sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Sexta-feira, recheada de grandes e excelentes notícias

Eu não poderia esperar uma sexta-feira melhor. Só notícias boas. A terceira, nem conto pois para mim, não tem a menor importância, mas ainda assim, vale citar.

A primeira delas é a gasolina. Isso sim é que é notícia boa. Depois de 1 ano e coincidentemente após as eleição que coroou dilma presidente por mais 4 anos, a gasolina aumentou. Lindo, maravilhoso, não poderia realmente ser melhor.Estava muito barato mesmo, deveria ter aumentado muito mais, afinal de contas, a inflação do governo nunca reflete a que eu sinto no meu bolso. Dane-se...

Não menos importante que o aumento da gasolina, foi o aumento que o carequinha inanimado anunciou no transporte coletivo de curitiba. Também como coincidência enorme, após se reunir com o governador eleito, beto richa, fruet anuncia que o buzum, a partir da próxima terça-feira, vai aumentar 15%... E é melhor ficar preparado pois a data base dos motoristas e cobradores ainda nem chegou, quando eles ameaçarem parar novamente, vai ter novo aumento, isso é uma certeza minha. Dane-se né, os trabalhadores já estão ficando desempregados mesmo, nem vão precisar pagar mais passagem. Hahahaha, lindo, maravilhos.

Na hora de votar, temos que escolher o melhorzinho dentre os que sobraram, e aí, feitas as escolhas, começam as cobranças dos valores possivelmente investidos. Gasolina, ônibus, logo logo teremos alguma "evolução" na habitação, com algum pacote que vai ferrar os que precisam comprar um cafofo, enfim, fico cheiro de esperanças quando essas novidades. Cheio de esperança.

A terceira notícia boa, nem acho que seja boa e nem acho que seja notícia, mas lá vai: o iphone novo passou a barreira dos 4 mil reais. Dane-se, quero só ver aqueles trouxas que ficam na fila de espera na porta do shopping pagando mais de 4000 reais por algo que, sabidamente, não vale. E espero que o primeiro idiota a comprar, deixe cair, só pra ver...

Hahaha, até considero o iphone algo legal, bacana, jamais terei outro (comprei um usado uma vez), mas nunca mais quero ter justamente por saber que, no brasil, a fabricante enfia a faca e diz que é culpa dos impostos...

Como disse no texto anterior, leia aqui, sou burro mesmo e gostaria que me considerassem assim até o final dos meus dias. Mas que pagar mais de 4000 num iphone não é um sinal de "inteligência", é, talvez não seja mesmo.

Fui...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!