sábado, 20 de dezembro de 2014

5 dias... é o que falta...

então é natal, e o que você fez, o ano termina e nasce outra vez... enfim, chegou mais um natal. o meu 37º natal... e, só para variar um pouco, não estou nem um pouco animado com tudo que tenho visto. hoje ainda, conversando, chegamos a conclusão que nem mesmo o espírito do natal tá tão forte assim, pois curitiba que era uma capital de luz, onde muita gente enfeitava suas casas e havia até concurso, está as escuras. será que é por causa de grana? não, né... grana não falta para os deputados eleitos, que numa canetada ganharam 25% de aumente... tadinhos...

mas enfim, é natal.. e o que você fez?

nem vou entrar no mérito da questão, se alguem perguntar o que eu fiz... hum... muitas coisas...

porém, é natal, e agora, todo mundo é bonzinho... os hipócritas de plantão saem de suas meses e o mundo vai ficar melhor: todo mundo ajuda, todo mundo é bonzinho e faz caridade e todo mundo, vai ao shopping gastar seu rico din-din.

então, é natal...

mas convenhamos: os homossexuais continuaram sendo vítimas do preconceito e das ceitas evangélicas extremistas... ainda teremos deputados como o bolsonaro, e ainda teremos a intolerância religiosa - e pior ainda, a intolerância com aqueles que como eu, não acreditam em bules voadores ou então, em deus ou deuses - os ditos ateus. não, meu ano não foi bom, mas não credito isso ao meu ateísmo e também, não quero convencer ninguém. cada um acredita no que faz bem ou no que convém, certo?

mas, o mais impressionante é que, então é natal, e pouca coisa vai mudar: pagaremos mais impostos (obrigado eleitores do beto richa, dilma roussef e afins), pagaremos mais caro por tudo que tem imposto (obrigado eleitores do beto richa e dilma roussef) e no caso dos curitibanos, em breve teremos uma literal "teia" de ciclovias.. mas isso  não significa que teremos segurança nessas ciclovias nem mesmo que poderemos sair passear com os filhos sem aquele medo de sair de casa de bicicleta e voltar a pé....

então, é natal.. e mais continuamos com um monte de leis que não servem para bosta alguma, como a lei do desarmamento, por exemplo, que me proíbe de ter uma arma mas nada faz com aquele bandido que assaltou sua vizinha mês passado, com uma pistola em punho...

se eu pudesse, mas com 37 fica difícil, ei pediria ao papai noel para fechar o brasil e os brasileiros para balanço, para ver se na volta, rolava algo melhor do que está rolando.

pessoas que conheço, né Má, trabalham 8 horas ou mais e quem ganha 25% de aumento são os deputados. aliás, meu aumento ano passado foi menos que a inflação, e ainda assim, tenho que pagar minhas contas em dias, senão...

então, é natal... e eu vou parar de escrever, pois, daqui a pouco, no brasil democrático de dilma e pt, qualquer dia até esvrever no blog será.... ops.. liberdade de expressão... não, não....

inté.. fui...

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

algumas coisas me assustam...

eu tenho medo de aranhas. verdade! é sério! fico paralisado só de ver um aracnídeo de 1 cm. me cago feito um medroso qualquer. fobia mesmo. outra coisa que me dá muito medo, é a burrice: para mim, burrice e ignorância são coisas bem distintas - ignorante é aquele que não sabe por não ter acesso a informação e burro é aquele que, mesmo com acesso a informação, não aprende. mas, nesse texto não vou julgar ninguém...

mas, não posso deixar de escrever sobre o assunto.

veja esse link, antes de continuar lendo...

esse vereador de um partido (somos obrigados a ter partidos e vereadores) resolver que num prazo de 6 anos, quer todos os cabos (energia elétrica, telefone, tv a cabo entre outros) enterrados, nos moldes de vários outros países. lindo, maravilhoso. belezura total...

mas, será que enterrar cabos numa cidade onde os cabos são sistematicamente roubados é uma boa ideia? ah, você acha que não tem problemas?

veja bem, até na avenida visconde de guarapuava, importante via da capital, já teve cabos de seus sinaleiros roubados para que usuários de drogas possam vender o cobre (que tem um valor alto no mercado negro) ou então, para que pessoas de boa índole possam apenas trocar por alguns din-dins. e olha que a polícia dizia estar de olhos nos ferro-velhos e receptadores de cobre roubado.

a linha verde é outro exemplo, pois sua iluminação é toda feita, ou a maior parte, por cabos subterrâneos e são várias as vezes em que ao utilizar a linha verde, passamos por um bom trecho as escuras.

várias vezes em diversos locais de curitiba, pessoas comuns tiveram cabos de telefone e energia roubados. ficam as escuras e sem comunicação.

agora por favor, como assim enterrar todos os cabos em curitiba?

e o que eu farei com o poste de luz padrão copel que somos obrigados a instalar?

quem vai pagar a conta por todo esse enterro? a prefeitura dará descontos de iptu.. não né, a prefeitura está falida..

a prefeitura está falida e o vereador, apesar de até ser uma boa ideia, parece não ter mais o que fazer, infelizmente. a ideia, como falei, é boa, mas não aqui, onde se rouba cobre de qualquer lugarzinho e se vende facinho, facinho...

e não adianta trocar por cabos de alumínio, porque tanto o cobre como o alumínio, são bons de receptação e tem valor estimado interessante. além do que o cabo de alumínio chega a ser mais caro, porque tem uma demanda mais baixa.

e ai, galerinha, sabe o que nós que escolhemos esse vereador e os demais que vão votar podemos fazer? nada, vamos apenas ficar olhando e claro, vamos reeleger esses mesmo no próximo pleito daqui 2 anos, porque, na grande maioria, o brasileiro é a segunda opção que o citei acima: mesmo com toda as informações que temos, continuamos cometendo erros, e votamos nas pessoas erradas.

enterrar todos os cabos me faz pensar que, de alguma forma, tem algo não tão certo nessa ideia. será???

por favor...

fui...