terça-feira, 20 de janeiro de 2015

como tudo tem seu tempo...

que fique muito claro que, por enquanto, tudo que ela, nossa excelente presidente da república tem feito no seu segundo mandato, está merecendo meu voto. e ontem, segunda-feira 19, mais um ato de seu governo me conquistou mais um pouquinho. como?

ah, que bom que perguntou. me fodendo! simples assim.

veja bem, o país está uma merda. não há dinheiro para nada - crescimento, saúde, educação e claro, segurança pública. e o que um país pode fazer para continuar pagando os maravilhosos salários do mais maravilhosos representantes escolhidos democraticamente por esse povo? aumenta os impostos, claro. e esse aumento vai garantir jantares regados a camarões, carrões chiques para levar tanto essa dilma quanto seus parentes e correligionários, mais ainda, esse aumento de impostos tenho quase certeza, fará um super bem no futuro. (não escreverei sobre o futuro)

fato é que nenhum país iria continuar com o nível de consumo que estava sendo vivido no brasil. era a farra do cachorro loco - a galera estava gastando a rodo e pouco se ferrando com o futuro. agora, gasolina mais cara, diesel mais caro, ônibus mais caro, inflação mais alta, juros mais alto... OBRIGADO DILMA E EQUIPE!

quem sabe agora, com o consumo devagarinho, o povão sem tanto dinheiro... a coisa comece.

afinal de contas, vamos falar, qualquer pacote que venha daqui 6 meses e faça o povão ganhar um poderzinho de compra, vai fazer um bem danado. isso não virá, por favor, não sonhe com isso.

o fato é que o brasil está tão quebrado ou mais do que outros países. não há sustentação para uma economia tão frágil. concursados estão bem, funcionários de iniciativa privada talvez devam começar a justificar seus empregos e quem quiser procurar trabalho, talvez seja um pouco tarde para conseguir bons salários.

o brasil, com esse aumento de impostos, na minha visão, OFICIALIZA SUA CRISE!

estamos sim em crise.

pelo menos agora seremos manchete em todo o mundo, ou não!

fui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!