sábado, 7 de fevereiro de 2015

gourmetizamos a coxinha?

pra escrever a verdade, a coxinha que se dane. não estou realmente preocupado se alguém criou uma coxinha gourmet ou então, se o triste e solitário churros, temperado com a areia natural da praia se tornou gourmet e custa 10 vezes mais numa cidade como curitiba. não, não estou preocupado com isso.

mas, ao pensar um pouco confesso que começo a me preocupar com algo que vou chamar de gourmetização do estado. falando inicialmente de paraná mesmo!

será que ninguém nesse lugar pensou realmente que talvez não houvesse dinheiro para que o governador comprasse tantas viaturas para a PM, Civil, Bombeiros? até o fato de comprar viaturas nem me incomoda, me sinto mais seguro, mas será que precisavam ser tops de linha? estamos falando de viaturas extremamente caras, do tipo 60 mil pra cima. as amarok da vw não devem ter saído por menos de 90 mil cada uma. e olha que tem viatura a rodo!

e foi dinheiro aqui, dinheiro alí... uma gastança...

tivemos o melhor estado por algum tempo, tivemos a melhor polícia, a melhor educação, a melhor, a melhor, a melhor... mas, tudo que é gourmet, não necessário é melhor, mas com certeza é mais caro. vá comer um espetinho gourmet para você ver... aquele de gato, por 1 real, dá um chinelo e custa 1 real. já o gourmet...

pelo visto gourmetizamos o estado.

segundo o governo, não há dinheiro. são 11 bilhões os valores que estão estimados. 11 bi! como o betinho conseguiu pegar um estado e deixar ele com um rombo de 11 bi? ou seria esse rombo apenas uma parte de uma herança do requião, que ao contrário do betinho, não gourmetizou o estado, mas socializou todos os problemas. afinal de contas, leite para todos, conta para todos. luz para todos, aumento de luz para todos. literalmente na época de requião, usávamos a grana dos ricos para trazer luxo, conforto e condições aos pobres.

11 bi?

tão triste quanto esta lastimável situação é lembrar que sou paranaense. triste é olhar para frente e ver que não há perspectiva de um futuro melhor, quer dizer, talvez em 2017 no início da campanha para seu sucessor, betinho ajeite e arrume dinheiro para deixar todos os paranaenses com aquela falsa sensação de felicidade, como a vivida ano passado e retrasado.

ou será que alguém esqueceu que até 2013, 2014, gastavasse até o que não se tinha? sociedade, governo, todos!

nem vou entrar no mérito do custo de uma máquina governista tão inchada. são milhões e milhões para que nossos deputados criem leis que beneficiam eles e seus negócios... financiam seus almoços e seus carros com arcondicionado. aliás, as viaturas dos deputados também são da Renault? faz tempo que não vejo...

ah, sabadão maldito... porque tinha que acordar pensando nisso?

acho que vou tentar gourmetizar minha vida, bora sair e fazer um financiamento de um carro que nunca vou conseguir pagar, mas ao contrário do governador que não é, eu talvez me torne um caloteiro. afinal de contas, que não paga suas contas, quem não paga o que deve, é sim, caloteiro.

betinho, nada pessoal, bele?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!