terça-feira, 3 de março de 2015

com tristeza no coração e muita raiva, muita raiva mesmo...

Hoje morreu o José Rico. se você me perguntar não sei ao certo se o que eles cantavam era sertanejo ou brega ou romantico/brega/sertanejo, enfim, eu amava suas letras e suas musicas.

Antes de continuar, vai uma delas:


Tive, junto com o dudu, nobre parceiro de blog, a oportunidade entrevistá-los, numa festa do Pinhão em São José dos Pinhais. Fomos ao hotel onde eles estavam e, no hall, tive o prazer de conversar com essas duas simpatias de pessoas. Nos receberam como se fossemos gente grande, e confesso que usamos a capacidade jornalística do dudu para nos aproximar. Até no palco pude subir e filmar algumas cenas, inclusive dessa música, que é uma das que mais gosto.

Mas a vida infelizmente não é eterna e no meio da vida, encontramos a morte. Ele se foi, José Rico deixa Milionário. A dupla se acaba mas as lembranças ficarão. Infelizmente por conta de fungos e de minha total e completa incapacidade de lidar com o armazenamento, não tenho sequer uma imagem do que gravamos. Não tenho sequer uma ceninha qualquer. Não pela morte, mas por eu não ter podido guardar com o devido cuidado e decência tão belo e importante material. Que a vida me ensine a ser mais cuidadoso.

Dudu, irmão, se puder, me perdoa...

E José Rico, Zé Rico.. descanse em paz cantando!!!

Pois, na minha Estrada Longa da Vida, vou correndo e não posso parar... Mas vou tentar fazer essa correria ouvindo e lembrando...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!