quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Segunda-feira de novo é sacanagem

Já não bastassem as nabas que colocam cu a dentro, dia após dia, agora precisamos engolir mais uma segunda-feira na semana. Pois é, essa quinta-feira tem cara muito mais de segundo do que de quinta e vamos lá, o tempo não para e precisamos continuar. Logo seremos governados novamente por Rafael Greca e não espero nada, a não ser que a coisa continue essa M que está. Aliás, até quando seremos obrigados a aceitar situações como esta:

CENA 1: GOVERNADOR MIMADO BABACA / DIA / EM SEU GABINETE (Usar objetos de cena como bandeira do estado, caneta emblemática, cadeira de couro e estante com livros)

Vou acabar com essa integração, esse prefeitinho de merda vai ver, vai sentir o poder de minha caneta.

CENA 2: PREFEITO / DIA / SEU GABINETE

Deixa pra lá, esse governadorzinho de cocê está blefando, ele não vai acabar com a integração!

CENA 3: REPÓRTER / TELEJORNAL / TV IMPRENSA MARROM - Lê notícia no TP pois precisa ser assim

Com candidato do governo eleito, governador anuncia que retomará a integração do transporte coletivo. 


Entenderam a ideia?

Isso poderia ser roteiro de um filme trash, mas trash mesmo são as situações em que estes políticos nos fazem enfrentar no dia a dia. Lembra no nabo inserido cu a dentro? É mais ou menos assim, até tem gente que gosta mas a maioria acha no mínimo desconfortável pear na ideia. Mas é o que justamente acontece.

Brigas entre governantes por dissidências partidárias, pessoas, emocionais e amorosas fazem com que os governos governem para si mesmos e não temos qualquer ferramente regimental que nos impeça isso. E não me venha dizer que o voto é uma ferramenta pois ela não é e você que está lendo este texto sabe que no fundo, não é mesmo!

Afinal de contas, com tanto dinheiro rolando, como o voto seria válido? E não estou falando de dinheiro em espécie não, estou falando (escrevendo) das ferramentas que os dinheiros usam como líderes comunitários, presidentes de associações de bairro, líderes estudantis, nomes de peso como vereadores já estabelecidos e os famosos comerciantes que, de alguma forma, agrupam votos para políticos profissionais.

Existem 1 trilhão de exemplos em curitiba, não vou citar um pois a chance de aparece morto é bem grande, mas que tem, isso tem.

Porém, o que marcou muito nos ultimos dias foi justamente o fato do governador demonstrar por suas ações que o povo se fudeu (desculpa o termo) com as integrações do transporte coletivo justamente por causa de questões políticos/partidárias.

Ficou feito mas a imprensa não deu sequer 2% da cobertura que deveria ter dado! Infelizmente...

É isso, vamos que vamos, nessa segunda segunda-feira dessa semana, que, quera acabe logo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!