terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Acabou!

2016 já era. Faltam poucos dias e nem vale mais a pena pensar que esse ano pode ser diferente. Acabou assim como aquele refrigerante gostoso que você está tomando e no ultimo gole, percebe que já era.

2016 foi intenso, mais no noticiário político do que em qualquer outra área. Tivemos queda de presidente, aumento de preços, desemprego, desaceleração da economia e tudo mais que poderia acontecer nesse cenário.

2016 foi um ano repleto de coisas. Tivemos as olimpíadas que confirmaram que o brasil está crescendo no esporte mas precisa crescer ainda mais. Invasões nas escolas nos mostraram que os alunos, que já estudam pouco, pouco sabem sobre o que fizeram e porque fizeram. De todos os estados alguns poucos tem dinheiro para manter a estrutura básica e o que dizer dos que nem isso tem mais? Tem estado em que as pessoas de bem estão fazendo doações aos funcionários públicos. E aí, vai fazer concurso? Escolha bem o estado!

A internet tem ganho a cada dia mais e maior importância na vida das pessoas e isso choca. Verdades são criadas, mentiras são renovadas e o povão, compartilha no zap zap. Proliferando as informações danosas...

Cada dia que passou desse 2016 foi uma surpresa, não é mesmo?

Algumas doces, outras amargas, mas assim a vida segue...

Que venha o 2017 que está aí, batendo a porta.

Que seja um ano de muitas realizações para todos nós e que seja um ano melhor!

Que a economia fica mais aceleradas e percamos menos;
Que nossa saúde se mantenha firme ou melhore para os que precisam dela;
Que tudo seja de melhor e que, todos tenhamos paz em nossos corações.

É o que eu desejo para os que ainda leem esse blog e para o nobre Dudu, Gê... Que em 2017 possamos mantê-lo vivo e quem sabe, até mais atualizadinho...

Abraços e FELIZ 2017 PARA TODOS!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

o ano está acabando...

e quem achou que seria um ano de novelas, seriados e outros produtos da industria cultural, ledo engano, heim? 16 para os íntimos ou 2016 para os mais conservadores foi o ano da imprensa, heim, concorda?

Nunca antes na história desse brasil, como diria o lula-lá 51, percebi a imprensa marrom do meu basil trabalhando tanto. Repórteres dos mais diversos meios em brasília, curitiba e quando achamos que estava tudo calmo, uma tragédia leva vários para o túmulo e tantos outros para a cobertura dos colegas, de forma triste, mortos.

Eu que sou um jornalista por formação quase me arrependi de não ter tentado seguir essa profissão. Mas eu realmente não tenho estômago para tudo isso, tenho a certeza que mesmo vivendo esse 2016 não aproveitaria da forma mais legal do planeta. Alias, será que algum dos que lá estão aproveitaram?

Confesso que preferi ficar curtindo de camarote tudo isso.

Porém, nem apenas das empresas de comunicação é feito o jornalismo hoje em dia, né!

Foi lindo de ver que na internet, comentários e opiniões rolaram soltas. Cada verdade que aparecia me surpreendia ainda mais... Hoje ouvi que só poderemos nos aposentar quando a soma chegar a 127... ou seja, além de uma imprensa cada vez mais, sei lá que cor, temos que conviver com as verdades não convenientes que qualquer um com um computador ou celular pode criar e assim por diante.

Triste?

Não, alegre, divertido, para dizer a verdade extremamente hilário tudo isso.

Até que ponto vamos chegar?

Não sei, mas se antes o problema era a falta de informação, benza deus me leve de volta, agora, o excesso de informação vai levar essa nação sabe lá para onde... Alegria, galera, vamos que vamos.....


Abraço....

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

tudo nessa vida passa, mas algumas coisas insistem em ficar...

Sabe aquela expressão de que tudo na vida é passageiro? Pois bem, é fato e assim continuará sendo. Mas tem coisas que o tempo nunca apagará, e no Brasil, os exemplos perniciosos não deixam de existir. Ou seja, tem uma espécie, que nunca deixará de existir. Ela não é e nunca será apenas "passageiro", é eterna! Sim, falo dos políticos.

Pois eles são a pior parte da escória da sociedade e por favor, não me venham com aquelas alegações de que nem todos são tão podres e que tem coisa boa no meio da coisa ruim. Não, eu não consigo acreditar, porque o poder e o dinheiro mudam a cabeça de qualquer um. Você já ouviu alguém dizer que se tivesse lá, teria que fazer igual ou que por prazer, faria, né?

Eu já!

Por isso, tentei entrar e já saí muito rápido, porque não quer fazer parte de toda essa podridão que existe.

Agora, que o ministério público, procuradores, juízes e nossa excelente polícia federal estão trabalhando arduamente para colocar os canalhas na cadeia, eles inventaram de trabalhar e trabalhar para eles mesmo ou seja, agora, eles criam leis para ainda mais se autoproteger. Sabe o que é isso?

É o início dos novos tempos no brasil. Antes, roubar era feito, e poderia dar alguma coisa, mas agora, roubar vai ser comum e não vai dar nada para eles. Mas você, leitor, se precisar de uma arma para reagir a um assalto, vai para a cadeia e lá ficará. Tem certeza que seu voto valeu a pena? Hahahah bom, eu não votei, devo 8 reais para a multa e um dia pagarei.

A vida é assim, quem manda, inventa as regras e faz da forma que quiser, quando quiser e para quem quiser. Acho muito parecido com o que é feito nas religiões... Já observou que tem igrejas que batizam os recém nascidos? Sabe porque razão? Porque ele não pode se defender e assim sendo, cresce com medo.

Existe uma diferença: nós somos criados para não reagir, para votar mesmo não tendo candidatos que prestem e que precisamos estudar, mas apenas o que é ofertado nas escolas, que são controladas por eles.

Vai mudar?

Vai sim, para pior, tenha certeza disso!!!

Inté, abraços!