sexta-feira, 26 de maio de 2017

Videozinho para fechar a semana...

Bom, atualizado já está...

Agora vai um videozinho para vocês...


Honestidade... 100% patrão, eu mando bem nisso...

Talvez, na vida, as coisas sejam sempre moldadas e formadas com estímulos internos e externos. Nós, seres humanos crescemos com isso. Pegamos parte do que nossos pais nos ensinam, parte do que a sociedade nos ensina, o que a escola, igreja, enfim... É uma amontoado de fontes que as vezes, uma se confunde com a outra e mais as vezes ainda, nenhuma delas ensina algo importante. Eu, tenho várias coisas que aprendi e reaprendi com as pessoas e uma dessas coisas é algo tão básico quanto ausente nos dias de hoje: honestidade!

Aprendi a ser honesto comigo mesmo e com os demais, sem distinção do conteúdo. Uma época usei essa característica de forma mais contundente, e depois, comecei a ser menos agressivo mas ainda assim, continuei sendo assim.

Hoje, vou ser honesto: o estilo João Dória está me deixando com uma pulga atrás da orelha, na verdade, duas pulgas, uma atrás de cada orelha. Afinal de contas, ou ele é um fanfarrão ou então, é um dos políticos mais fodásticos que eu já acompanhei. E não digo isso porque moro lá em são paulo e nunca morarei, mas o que tenho visto, como suas visitas em escolas e postos de saúde, mostram que pelo menos, como bom administrador que todos os prefeitos deveriam ser, ele está in loco conhecendo e verificando o que está sendo feito, ou não está!

Por isso, não sei como pensar isso ainda. Das duas uma, ou é um fanfarrão ou é o melhor até agora.

A forma como verifica as coisas, encaminha detalhes para execução de melhorias e mudanças, é coisa que se espera de uma pessoa com boa formação e ainda mais com boa visão empresarial, afinal de contas, o dinheiro não é infinito e se não for usado da melhor forma, claro, dará sempre merda e sempre faltará.

Já escrevi aqui, que não sou de esquerda, nem de direita muito menos de centro, mas se eu tiver que assumir uma posição, sou daquele que fizer melhor o que precisa ser feito. Nesse caso, esse prefeito, que recebeu muitos votos de confiança em sua primeira eleição, está fazendo uma transformação em sampa que há muito, muita gente queria mesmo ver acontecer.

Só espero que esse gás todo se mantenha ao longo do tempo em que ele permanecer na prefeitura, que seja por todos os paulistas e que seja para o bem de todos. Se não for assim, que saia e vá pro quinto também...

Então é isso...

Inté...

#abraçodoLG

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Tem que trik-trak boom para todo lado...

O brasil explodiu mesmo! Está fervendo mais que o calderão de lá mesmo. Para que precisamos nos preocupar com presidente dos EUA ou da Venezuela se temos essa explosão de acontecimentos por aqui? Insustentável, completamente sem graça e ainda, triste de se pensar que essa nação com seu direito ao voto direto deixou a coisa chegar nesse ponto. E não estou sendo irônico não, talvez o mais sincero possível.

Afirmo isso porque, tem uma coisa que muito me incomoda nesse país e é o fato que, justamente no ano de eleições presidenciais, rááááá, temos a copa do mundo. Sim, o calendário da FIFA bate justamente com nossas eleições ou vice-versa. Engraçado, né, e ainda tenho que pensar que, entre futebol e política, o brasileiro vai pensar em que? A rede globo pensa muito nisso, pois ela precisa faturar e claro, futebol sempre terá muito mais importância que as eleições, né!

E sendo assim, como esperar que esse país possa ser melhor se justamente quando temos que eleger nosso representante executivo máximo, temos essa concorrência desleal>

Porque então não fazemos uma troca? Votamos para presidente 2 anos antes e deixamos a coincidência para as eleições menores, para prefeitos? Esses são de menor monta, de menor importância, então, tanto faz. Mas presidente?

Veja bem, não estou dizendo que a culpa é do futebol, mas sim, do povão que não sabe votar. Escolheram na ultima uma sra. chama dilma, mas não pensaram que em caso extremo, um sr. chamado temer, faria todos temerem pelo futuro dessa nação e olha o que aconteceu. Estamos aqui, vivendo isso.

É difícil imaginar outro quadro, mas bem que a coisa poderia ter sido diferente, né, se não tivéssemos uma copa do mundo, um pequeno "acidente" de avião e alguns outros acontecimentos, né!

Enfim, são coisas que penso todos os dias. Queria que ao menos uma das eleições para presidente não fosse no mesmo ano de copa do mundo, principalmente em 2018, na qual o Brasil tem chances (eu torço que não) de ganhar mais um campeonato.

Então, vou pensando, pensando e pensando...

Fui

#abraçodoLG

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Sem título, pois antes de escrever me ferrei...

O título do meu post seria algo como Brasília em chamas ou então, Fogo em Brasília... Mas dei com os burros n'água pois esse era o título de um grande portal e assim sendo, pareceria plágio ou falta de criatividade minha. Isto posto, a situação no Brasil chegou num ponto em que muita coisa tem que mudar. TEM QUE MUDAR!

Não me venham com essa de coxinha ou de mortadela porque agora não é mais uma questão de ideologia partidária ou não, é uma questão de sociedade x políticos. Ninguém quer mais o modelo político que temos engolido goela abaixo nos últimos anos, no qual, nossos "representantes" representam apenas a si mesmos e seus interesses, nos fazendo viver de forma precária ou até mesmo, em alguns casos, fazendo alguns brasileiros nem viver.

Roubalheira, corrupção, estupro da dignidade humana com leis e desvios hipócritas fizeram esse país sair dos eixos e isso já faz um certo tempo. Não poderíamos continuar com tudo isso por muito tempo, afinal de contas, uma hora, tudo acaba! Ou tem que acabar, pois nada nessa vida é eterno, não é mesmo?

O que está ocorrendo em Brasília hoje, se não foi controlado de forma enérgica vai começar a acontecer no país todo. Se a moda pega, não tem como segurar uma multidão de uns 200 milhões de insatisfeitos, não importando aqui de qual lado eles estão, mas só por estarem insatisfeitos, já se tornam perigosos.

Tenho pavor de violência, tenho medo dessas pessoas que perdem um pouco da razão para se tornarem agressivos por essas causas. Tenho medo porque o sangue, depois de visto, deixa de chocar e sempre a violência vai ganhando mais e mais e mais promiscuidade.

É assustador ver que já chegamos no ponto de colocar fogo em prédios do governo, sabendo que para repará-los, teremos que gastar o dinheiro do próprio governo ou seja, ou nosso próprio dinheiro. Imbecilidade, não é mesmo?

Por outro lado, que tipo de protesto poderia ter sido feito já que, o que ocorreu até agora não repercutiu em nada de prático e concreto?

Vamos aguardar o que virá, mas estou com medo!

#abraçodoLG

terça-feira, 23 de maio de 2017

Deixa, deixa, deixa, eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar!!!

O título desse post é uma referencia a um trecho de uma música da fase solo do Marcelo D2, antigo vocalista do Planet Hemp, banda que fez muito sucesso na época em que eu tinha meus 15, 16 anos e que fazia claramente apologia ao consumo da maconha. Não que isso seja problema porque hoje em dia, esse consumo está cada vez mais presente em tudo que é lugar, então...

Mas a música é do próprio D2 que utiliza remix de uma cantora pouco conhecida, pelo menos foi difícil achar no google.com.br, chamada Cláudya.

A música é simplesmente sensacional, tanto a versão da Cláudya quando a do Marcelo D2, que torna-se mais contemporânea na idade em que estou.

O que mais gosto é que mesmo sendo apenas uma música, com todos os quesitos que identificam uma música, ela me causa uma reflexão sobre vida, sobre acontecimentos de vida, sobre tudo que se passou, se passa e passará em meus dias. Na verdade, o texto acaba se tornando um desabafo mesmo sendo esse blog um lugar para que tenhamos 2 visões sobre um mesmo fato ou acontecimento, mas ultimamente, 80% do meu tempo tem sido de auto análise e reflexões sobre muita coisa que aconteceu nos últimos 7 ou 8 meses. Decepções de todos os lados, momentos de desilusão, momentos de reconstrução, momentos de destruição de conceitos, crenças entre outras coisas.

As certezas provaram-se meras e infelizes dúvidas, desviadas de sua ótica por olhos míopes que não consigo mais dominar e que não fazem nenhuma correção lógica dos valores deturpados que nortearam os acontecimentos.

Situações tão esdrúxulas que parecem mais um filme, no qual o roteiro não foi escrito, está muito improvisado de incertezas. Porém, a vida é uma caixinha de surpresas. Nosso passado sempre escreverá nosso presente e nosso presente é que vai determinar nosso futuro. As escolhas sempre são necessárias e quando as fazemos temos que arcar com as vindouras responsabilidades. E aqui cabe constar que não devemos fazer esse tipo de escolha de forma deliberada, temos que ter consciência que fodam-se os demais, temos que pensar em nós mesmos.

Num mundo digitar que ao contrário de nos unir, temos mais que nos isolar nas verdades e preceitos que carregamos. Pois, não há sentido lógico em nos unirmos em sociedade para que cada um pense de sua forma e todos, falando ao mesmo tempo, consigam chegar a um ponto em comum, isso é apenas faláceas de filósofos de terceira categoria que vivem de palestras em empresas de 2 categoria, mas que deturpam a mente de pessoas de primeira categoria!

Difícil lógica essa, não!

A vida tem me ensinado muito. Muito mais do que eu estava preparado para aprender, mas a vida é tão foda que, mesmo sem perguntar, bate na minha cara, me derruba no chão e cospe na minha face. Mas a vida é ainda mais foda porque ela sabe que era hora de fazer isso e depois de levantar e limpar a cara, estou mais preparado para a outra lição que está por vir.

Se você, nobre leitor, chegou até aqui, vamos lá... Assista aos vídeos a seguir. Primeiro, a música maravilhosa do Marcelo D2, depois, a também maravilhosa música da Cláudya e por último, um vídeo de O Rappa, que não preciso dizer nada. As imagens falam por si só e a letra da música faz como a vida, dá um tapa em nossa cara!

Obrigado por ler...

# abraçodoLG

Música Desabafo, de Marcelo D2:


Musica Deixa eu dizer, de Cláudya:


Musica de O Rappa, Minha Alma:



segunda-feira, 22 de maio de 2017

E o Brasil dança, dança Brasil, dança...

Não é de hoje que as coisas no Brasil parecem funcionar contra a corrente. Um país de dimensões e população continentais, que tem bilhões e bilhões em riquezas sem contar a mão de obras sempre disposta. Um lugar onde tudo funciona, ou melhor, onde tudo parece funcionar, cada coisinha no seu jeito mas a coisa vai.

Semana passada, 15 a 21 de maio foi marcante para o país. Muita coisa aconteceu e o Brasil dançou o samba dos desesperados. Um país cheio de potencial que parece mais agonizar diante de tanta meleca que tem sido feita por seus comandantes. Aliás, comandantes não pois que comanda, esperasse, é o povo.

E aqui eu paro de pensar de forma positiva e paro para analisar!

Quem comanda mesmo?

O que está acontecendo é, em minha turva visão de trabalhador pobre, o mais completo e absoluto "fundo do poço". Quem me conhece sabe muito bem que nunca fui a favor de impeachment de Dilma, sempre achei que ela devia agonizar no "poder" até o ultimo dia de seu mandato. "Eles" não quiseram isso, e o que alguns chamam de golpe, aparentemente tinha dado certo, mas "eles" gostaram do gostinho e querem mais e mais. E não vão parar até que tudo termine de forma muito ruim para todos.

Me refiro ao grande golpe dado semana passada em que, um delator, expôs um caminhão de provas no mínimo questionáveis sobre os demais, e saiu-se tão bem que está desfrutando do estrago que fez em outro país, no conforto de seu lar. (bem caro por sinal)

E aí, nós aqui, convivendo os dias com isso. É maracutaia aqui, roubalheira alí, desvios lá, filha da putagem acolá e assim a coisa vai se encaminhando para algo mais baixo e fundo que o fundo do poço e eu me pergunto se é que posso, será que um dia essa merda toda vai ceder lugar a um Brasil que seja no mínimo, mais confortável para todos?

Estamos falando de um novo impeachment ou em renúncia, essa última eu duvido, estamos falando também em diversas reformas que foram começadas - não agradariam muito - mas que vão parar e trancar as pautas para outras coisas.

Nisso tudo, onde estaremos daqui 10 anos?

A operação lava-car, porque de jato não tem nada, está esfolando não apenas os responsáveis pelo maior esquema de corrupção "nunca antes visto" na face da terra... Está incomodando até o homem mais sincero e honesto do mundo e de quebra, está destruindo nossa economia, empregos e o restinho de dignidade que resta ao povo brasileiro, uma vez que, visto os fatos, temos personagens como um tal José Dirceu solto e um punhado pequeno de empresários (colarinhos branco) presos em celas confortáveis, administrando seus patrimônios a distância. Ou seja, o que podemos esperar?

Você pode não acreditar, mas eu sou apartidário, e se tiver que me definir, fico num centro com um cantinho de direita. Não quero um estado gordo controlando tudo que posso ou não fazer, não quero um estado inchado que não consegue sequer se mexer mandando em mim.

Quero um estado em que, as coisas funcionem e o estado seja apenas o gestor de tudo isso, mas no Brasil com suas estatais e agências reguladoras que são gestadas por indicações políticas, isso está cada vez mais difícil de acontecer.

Não sei o que esperar e não vou mais esperar nada, vou ficar de boa, trabalhando e nunca mais votando em minha vida pois, fazer parte dessa lixarada toda, não faz o menor sentido lógico para mim.

Fica um abraçõ..

#abraçodoLG


terça-feira, 16 de maio de 2017

O que será?

Essa pergunta não sai de minha cabeça: o que será do brasil daqui a 10, 15, 20 anos?

Eu não acredito mais na lava-jato muito menos na possibilidade de que os políticos corruptos sejam punidos de forma exemplar, isso está parecendo mais um conto de fadas do que uma realidade que possa se tornar efetivamente real. E assim sendo, não consigo mais acreditar que algo possa ser um pouco diferente.

Nessa hora me vem a cabeça a pergunta sobre como será o brasil após lava-jato e ainda corrupto?

Precisaremos ter sempre uma lava-jato ou então teremos que conviver com essa corrupção a vida toda? Pergunta não cala pois, até onde ser, contratar parentes já não é mais uma pratica legal e ainda assim os políticos fazem com uma destreza impressionante. E aí, dá pra confiar que algo mudará? Não consigo! Parece mais forte do que eu posso aceitar!

Não sei porque, mas parece mais fácil aceitar tudo que nos é imposto do que esperar qualquer tipo de mudança que seja efetiva na vida das pessoas. Os corruptos parecem estar dentro de uma bolha na qual nada pode atingi-los e quando chega perto, a espessura dessa bolha aumenta, aumente e nunca se consegue estourá-la.

Devo ser um ser desanimado com as possibilidades de mudança, talvez seja isso mesmo, mas ainda assim, nada muda, nada se transforma e esse país apresenta sempre as mesmas notícias, as mesmas características, enfim!!! O que esperar?

Consegues imaginar algo?

É lógico que sigo a linha pessimista, ela me trás mais resposta boa do que ruim. Prefiro pensar que tudo vai dar errado e no final, se der mesmo pelo menos eu não estava esperando o melhor e assim sendo, não consigo enxergar esse brasil melhor.

No segundo dia em que escrevo esse texto mais uma notícia sobre mais um indiciamento do ex-presidente. Nada demais, apenas mais um indiciamento, quem sabe, né!

Mas, não é apenas o ex-presidente que tem que pagar pelo que fez, tem muito mais gente que precisa ir e ficar na cadeia, os chamados colarinhos brancos, que normalmente, não pagam pelo que fazem e não vejo tanta diferença de antes e depois da lava-jato, e dessa forma, me parece mais que as coisas ficarão como estão.

Enfim, esse é apenas um desabafo meu e uma grande pergunta que não consigo responder: o que será do brasil daqui a 10, 15, 20 anos???

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Vida que segue!

Bom dia, boa semana, bom tudo de bom para todos!

Começando a semana, a coisa deve andar, ou não.

Primeiro videozinho da semana, vamos que vamos!!!


sexta-feira, 12 de maio de 2017

Sexta-feira 12... quase, heim...

Sexta-feira 12.. Quase 13... Quase...

E, em mais uma oportunidade, lá se vai mais um videozinho. Sim, você ouvirá eu falando coisas que em sã consciência, eu jamais falaria, mas os fatos acabaram me levando a isso.

Infelizmente, Lula foi fodástico no depoimento...

Assista aí, prestigie, critique....


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Minha impressão sobre...

Os vídeos parecem se tornar tão viciantes quanto a nicotina ou a coca-cola. Então, vai mais um pra vocês...


#abraçodolg

terça-feira, 9 de maio de 2017

E aí, como será sua quarta-feira?

A minha será normal, mas normalidade vai ser subjetivo.

E aí, o que podemos esperar?


Difícil saber o que esperar!!!

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Os vídeos tão ficando mais ou menos...

É galerinha, vai mais um, eles estão ficando mais ou menos, mas uma hora ficaram bem bons...

Curtam aí, e criticas são muito bem-vindas...


domingo, 30 de abril de 2017

Domingo a noite, solidão no coração...

Mas, a vida que segue, segue...

Eu tenho ouvido falar muito sobre reforma, sobre reforma e sobre reforma então, segue novo videozinho...

Agora, com câmera melhor, vinhetinha em HD e assim vai... Uma hora fica profissa...


Se gostaram, deixa like se não, deixa like também...

terça-feira, 25 de abril de 2017

Olá.... Boa noite...

Então, na tentativa de colocar mais vídeos, hoje tentei criar algo diferente, o tema é o mesmo de sempre mas numa outra roupagem...

Assiste aí...


#abraço

segunda-feira, 24 de abril de 2017

domingo, 23 de abril de 2017

Sempre ouvi dizer mas, sentir é pior....

Eu tive duas crises de cólicas renais e em cada uma delas fiquei internado por 3 dias no Cajuru. Ainda bem que tinha plano de saúde pois se não tivesse, teria que amargar biprofenide e mais um outro menicamente em casa mesmo, e isso seria no mínimo, uma merda dolorida.

Na minha vida sempre apostei em fazer e fazer bem feito tudo o que sempre fiz. Mas tem algumas coisas que não sei bem ao certo, além de ter errado, errei feito demais. Uma delas, a qual não vou citar está me causando uma dor tão grande que deixei as crises renais como meros indispores estomacais.

Durante certo tempo esse jornalista de merda que vos escreve fez tudo e deu de tudo para que desse certo o grande amor de sua vida. Não sei qual foi o erro pois ainda não tive uma resposta lógica suficientemente que me ajude a entender mas me fodi, com F maiúsculo. E dói, dói demais.

Não foram 15 dias, não foram 15 meses, foram 16 anos. De muita dedicação, de muita emoção, esforço, empenho, trocas e mudanças. |Nada disso valeu, ou pelo menos valeu apenas enquanto a coisa estava do jeito que uma das partes queria. Quando não, esquece e toca a vida embora.Eu não tenho mais para quem escrever, uso o blog apenas porque aqui eu tenho esse direito sem ofender ninguém ou quase ninguém.Não quer ler, não leia, não quer interpretar, não interprete, não quer fazer parte não faça.

Mas eu não consigo apenas fugir disso tudo. Por mais masoquista ou imbecil que seja eu vou viver essa merda toda para saber como fazer numa próxima vez. Porque quem já passou sabe como é foda e quem não passou, se prepara pois é foda.

Na verdade, aceitar já não é questão de opção, mas sentir é coisa que ainda sinto e sinto muito forte. Um dia vai passar mas que se foda, pois o tempo de um não é o tempo de outro.

Para fechar, não tenho mais inspiração para escrever mesmo hoje, vamos lá: cuidado! O que você fala não é o que o outro escuta. O que você diz, não é o que o outro lê. O que você informa não é o que o outro quer saber então, mais uma vez foda-se, se você fala a verdade ou mente, você pode fazer o que você quiser, se o outro não quiser, você vai sempre se ferrar...

#tocaobarco...

quarta-feira, 19 de abril de 2017

1º videooooooo

ao leitores segue o primeiro vídeo...

uma proposta para que possamos alimentar o blog com mais conteúdo e mais periodicidade.



segue:

será que vai dar certo?

critique, xingue, elogie... será mais que preciso tudo isso!!!!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Véspera de esperar o coelho... esse ano, mato ele...

Esse ano eu vou matar esse coelho. Se ele não botar o ovo na minha frente, a coisa vai pegar para ele, ah se vai... Assim como ano passado eu esperei o papai noel até a manhã do dia 25 e ele não apareceu, essa vez eu vou pegar o coelho pelas orelhas...

Brincadeiras e mitos a parte, voltamos a realidade e vamos tratar de um assunto bastante importante o qual vai mudar minha vida daqui para frente e claro, talvez faça com que eu possa receber alguns trocos no futuro como aposentado. Hoje, estou com quase 40 anos, quase mesmo, faltam meses. Nunca recebi qualquer informação e meus pais nunca tiveram a cultura de guardar dinheiro para o futuro tanto deles, quanto dos filhos. Mas, eles estão bem obrigado...

Fato é que eu, hoje contribuo mensalmente com 11% do meu salário com uma estrutura falida chamada INSS. E falida porque?

Falida porque ela foi idealizada numa época muito diferente do que hoje e sendo assim, não está mais adaptada a suportar as demandas. Tanto a demanda decrescente de empregos formais quanto a demanda crescente de aposentados e pensionistas que estão vivendo cada vez mais e ganhando salários atualizados.

Voltando um pouco, hoje eu tenho 39 anos. Já trabalhei 14 anos na minha vida.

Se considerar a nova proposta, eu tenho que somar 95 anos, acho que é isso entre idade e tempo de contribuição. Sendo assim, preciso trabalhar mais 21 anos para ter 35 de trabalho. Com 35 de trabalho, vou ter 59. 59 + 35 vai dar 94. Faltará 1 ano.

Então, terei que trabalhar mais 22 anos.

Alguém realmente acredita que do jeito que a coisa está teremos força e energia para trabalhar até os 65 anos? Então quer dizer que já estamos matando os velinhos que ainda nem ficaram velhos? Então quer dizer que já estamos dizendo que a expectativa de vida vai diminuir quando tem uma tendencia de aumentar?

A reforma da previdência social precisa ser feita e nesse momento não será justa para todos ou nem mesmo para uma maioria. A dica que fica é: se preferia, faz uma individual num banco, pois só assim você poderá controlar o quanto vai investir e o quanto vai receber de volta e talvez esteja aí a certeza de uma velhice feliz.

Pense, estudo, pesquise, essa reforma não é ruim, talvez precise de ajustes mas ela é mais do que necessária!!!

#abraço

sábado, 25 de março de 2017

A diarréia verbal de um ex...

Não faz muito tempo, a internet por meio de suas redes sociais ou não tirava onda quase que diariamente das asneiras e dos discursos desastrosos da ex-presidente Dilma. Tinha semanas que as gargalhadas envergonhavam por um lado e causavam um prazer ininarrável do outro. Teve a saudação à mandioca, teve a mulher sapiens (que nenhuma feminista reclamou), enfim, foram muitas as pérolas.

Mas nesse ponto, vou agradecer Dilma. Ela, sim, com seu cabelo lindo, reservou tudo isso enquanto esteve no cargo. Depois de "golpeada", fez o que todos os "ex" deveriam fazer: calar-se.

Hoje, ao ler uma notícia sobre uma declaração de Lula sobre Dallagnol, ficou notório que das duas 1: ou Lula é tão idiota que sua capacidade de discernimento já foi pro beleléu ou então, ele é tão idiota que sua capacidade de discernimento é tão, mas tão superior a minha e a sua que, ele está 100% certo em tudo e todo mundo está errado, e nesse caso, deus no inferno e Lula no céu.

Uma das características humanas que mais me chama atenção é uma bem simples: você está numa sala com mais duas pessoas. Vocês aguardam para fazer um teste ou algo que o valha. E nesse meio tempo, um dos 3 solta um pum, sem querer, aquele silencioso. O ser humana vai sentir, vai se entreolhar mas eu duvido, DUVIDO, que o autor assumo de forma espontânea. Duvido!

E assim acontece com o sr. Lula. É claro que ele como "ex", não fez nada. Ele é um santo. Até porque, o que seria de sua imagem se ele assumisse qualquer um dos crimes pelos quais ele já tem 5 indiciamentos? Mimimi da turma petista, onde há fumaça, há fogo.

O caráter desse "ex" fica ainda mais manchado, na minha opinião, quando ele usa a religião do Dallgnol para tentar desqualificá-lo. Isso é jogo sujo, Lula, mas, dizer que se o Dallagnol senta em uma bíblia não vai mudar o Brasil, também não será você em seu sítio ou em seu triplex sentado numa carta de são merda alguma coisa que vai. Aliás, você realmente mudou o Brasil, já somos 13% de desempregados - você adora o 13 né...

Nos deixou de herança maldita esse presidente que aí está... Foi incompetente em roubar e deixar rastros, usar pessoas tão incompetentes como você.

Desculpe-me, mas eu espero mesmo que venha para a cadeia pois você faz parte do pior tipo de brasileiro, aquele que faz merda e chora na hora de assumir. Ainda bem que meus filhos já são melhores que você.

Claro, eu até acredito que o PT tenha sido criado com boas intenções, mas, de boa intenção o inferno está lotado e o capeta, acostumado. Durante sua história, esse partido talvez tenha perdido uma coisinha bem simples: seu norte!

Eu não sou de mandar alguém calar a boca, acho isso falta de respeito. E pelo respeito que tenho a esse "ex" apenas por ser um ser humano e mais nada, vou pedir para que pelo menos, seja coerente, pois inteligente, não vou pedir demais, né!

É claro que Lula sabe fazer o que o Dallagnol não sabe: política. Afinal, Dallagnol precisa acordar, ir trabalhar, no mínimo ler, estudar, compreender, interpretar... Coisas que Lula acho, jamais conseguiria fazer. É mais fácil para o "ex" fazer política, ou então, onde estaria morando?

Se você leu o texto até aqui, e não concorda comigo, sinto muito. Se concorda, sinto muito também. Se gostou, compartilha, se não gostou, clica no X na janela e volta mais vezes...

#abraço

terça-feira, 21 de março de 2017

Hipócritas, se preparem em 3, 2, 1...

Olá... Sobre a greve de ônibus, eu não vou nem comentar, beleza? Chegou ao máximo do ridículo imbecil de guerra de egos. O presidente do sindimoc deveria ser expulso da terra e os demais envolvidos deveriam ser expulsos com ele, se desse, para plutão ou mercurio. Os caras são fanfarrões, são uma parte de uma escória que não deveria pertencer ao município de curitiba, ou deveriam né, isso aqui mudou tanto!

Mas, o meu tema de escrita hoje tem mais a ver com salsicha, com mortadela e outros embutidos do que com os embutidos dentro dos ônibus. Aliás, não sei o que é pior...

Então, deflagrou-se uma operação que descobriu que alguns fiscais levavam grana para fazer vistas grossas e não fiscalizar carnes e outros produtos derivados de carnes enfim, essas coisas. E, numa das estações de rádio que eu escuto, ouvi o locutor dizer que até a cabeça dos porcos eles utilizaram para alimentos. Bom, nem preciso dizer que o hipócrita não sabe bem o que come ou é vegano, pois se não for, ele já deve ter comido uma salsicha ou vina, uma mortadela, um presunto... É, gente, os hipócritas que me perdoem, mas acho que eles não sabem mesmo o que comem.

Até onde sei, coisas como cabeças de porto (não o cérebro), pés de galinha entre outros, são triturados a exaustão e são inseridos em receitas bem gostosas como nuggets, salsichas e mortadelas. E ninguém jamais sentiu qualquer coisa que se levasse a preocupar. Mas, comem, e nem reclamam. E agora, só porque alguém falou, tudo vira pânico. Estive no mercado no sábado e as pessoas ficam falando de marca tal, de marca não sei o que, que tal marca usa cabeça de porco... Todas usam!

Conheço pessoas que estiveram em fábricas processadoras de alimentos e essas pessoas, não comem o que eles viram ser feito. Simples assim. O que os olhos veem, a boca não come!

Mas os hipócritas acham que só alguns fabricantes é que usam isso ou aquilo!

Gente, comida processada é comida processada, se quer comer algo saudável, faça em casa!!!

E outra coisa para fechar, conheço milhares de hipócritas que adoram uma carne maturada... Hahahah esses é mais engraçado, pois carne maturada é exatamente uma carne que já passou do período de consumo, pode até ser considerada em putrefação em alguns lugares do mundo. E a galera come e se lambuza...

Engraçado, muito engraçado...

Agora, por favor, não comecem a mexer com as minhas paçocas... Isso será inaceitável...


#abraços

sexta-feira, 17 de março de 2017

Motivo certo (mais ou menos), mas endereço muito errado...

Dentre todas as convicções que desenvolvi durante minha curta e hipócrita vida, uma delas é que Brasília no Distrito Federal foi construída de forma muito estratégica: Ela fica longe de tudo. Longe mesmo, vai, sem brincadeira, quem vai sair de Curitiba precisa enfrentar algumas horas de avião se o voo for direto para chegar naquele lugar.

Até onde ser um dia a capital foi Salvador, depois o Rio de Janeiro e finalmente Brasília.

E claro, eu tenho a certeza de que o motivo para se construir tudo aquilo, além da corrupção que deve ter comido solta, foi efetivamente ser longe de tudo. Ela ser central em relação ao mada nada tem a ver, na minha visão. O fato é ela ser longe, longe de tudo, longe de todos.

E agora vem a coisa: já percebeu que todas as manifestações ocorrem nas capitais?

E aí, o que isso impacta nos nossos representantes, sejam eles deputados federais, senadores e demais?

Em nada... A força das pessoas nas ruas sequer faz cócegas naqueles senhores e senhoras lá. No máximo eles devem assistir pela televisão e nada mais. Afinal de contas, quem tem medo de uma imagem na televisão?

Por isso, penso que protestar tem seu valor, é direito e dever mas, por favor, ao invés de fazer greves em Curitiba, vão para Brasília. Duvido que, se pegar essa galera, reunir 3, 4 milhões de pessoas em Brasília a coisa mudaria. Tenho certeza que isso seria muito mais efetivo que fazer protesto na rua XV ou na Cândido Abreu. Enche um ônibus com água, pão, mortadela, sei lá, mas protestem lá na Capital. Garanto que os senadores, deputados federais e até TEMER iria TEMER o poder do povo.

Mas não, o gigante não acorda mesmo.

Agora os motoristas de ônibus de curitiba, estão em greve, o povo se ferrando por isso e aí, não vi eles unidos debaixo de chuva ou sol, reclamando na porta dos empresários, dos sindicatos. Apenas na porta das garagens, ou então, fazendo fervo.

Enfim, protestar e fazer greve, legal, mas acredito que tem que ser na hora e no local certos, para causar o impacto necessário. Afinal, a URBS recebe os vale-transportes sempre adiantado, em que isso vai impactar? Nada!

Reflexão... Né?!

#abraço

sexta-feira, 10 de março de 2017

E qual você vai escolher?

Eu não escolherei nenhum. A multa é 3,70 ou algo assim, e mais uma vez, ano que vem, vou deixar meu direito de votar de lado. O motivo é muito simples!

Atire a pedra qualquer pessoa que me mostre um partido político que tenha a ficha limpa? Aliás, você percebeu que ninguém mais fala em "ficha-limpa"? Deve ter algum motivo para isso, eu tenho a impressão que a ficha caiu e eles resolveram assumir que é difícil, né, manter uma ficha limpa sendo um político qualquer. Porém, não posso afirmar nada!

Mas, a questão é: o PT tem a mania de acusar, mas até os acusados pelo PT estão sendo investigados e agora, José?

Nem vou começar a sopa de letrinha mas é tanto partido envolvido em merdas que pelo menos PQP a gente consegue formar. FDP também!

Venhamos que, falar a verdade já não é uma prática comum no dia a dia das pessoas quem dirá com eles que precisam vender imagens que não não tem sustentação... Como que fica?

Você, caro leitor, já percebeu que nossos ilustres representantes andam de carrões, tem seus ternos sempre muito bem limpos e sempre andam alinhados, com seus assessores respondendo e-mails e telefonemas... Suas famílias vivem em outro ambiente que não o nosso... Eles são especiais e definem o nosso futuro, ou seja, somos ferrados por aqueles que escolhemos para nos defender ou pelo menos, defender nossos objetivos.

Considerando as escalas, eu fui candidato a vereador e vivi esse ambiente por alguns meses. O que eu fiz, caí fora o mais rápido possível pois, não havia estômago em meu corpo que aguentasse esse tipo de coisa. Nojento é pouco. E pior, se for feita uma análise de curriculo de todos os assessores desses grandes políticos você vai vomitar litros até sangrar e morrer de desgosto. Há exceções? Não sei, não acredito!

#ficaadica para todo e qualquer político: PODE SER APENAS 1 MAS O MEU VOTO VOCÊS NUNCA MAIS TERÃO! NUNCA!

Vou pagar a multa até o dia em que isso não seja mais preciso ou possível Não participarei dessa merda toda até o dia em que me sobrar condições mentais de negar isso. Não concordo com essa democracia enfeitada que vivemos no brasil, não tenho condições psicológicas e mentais de participar dessa porcaria toda até porque, nada parece muito certo. Temos 513 deputados, 81 senadores - isso sem citar todas as indicações de mais cargos. É muito cacique para pouco índio, é muita merda para pouco vaso sanitário, isso ou entope ou fede demais. E nesse caso, tá fedendo demais.

Se você acredita que seu voto pode fazer a diferença, eu entendo, compreendo e respeito sua opinião. Eu não tenho essa visão.

Uma excelente sexta-feita para todos!

#abraço

quinta-feira, 2 de março de 2017

Hahaha, cade eles, pessoal???

Amigos leitores, vamos ser sinceros: me sigam no facebook e descobrirão algo muito estranho - o pouco que eu uso facebook é algo impressionante nos dias atuais. Não que eu não goste ou coisa que o valha, mas na verdade ainda não entendi para que servem e como devo usar as redes sociais, entra elas, o livro da cara, ou livro da face ou essas merdas.

Mas, com tão pouco que uso uma coisa me chamou atenção de forma muito forte nessa quinta-feira 2/3/2017 e foi exatamente a falta que me fez dos petistas e suas publicações afirmando que nenhum de seus líderes maiores tinham sido delatadas nas delações premiadas da lava-car - eu mesmo já estou baixando o nível dessa operação. E não é que o xará do meu pai conseguiu envolver o nome dos dois? Um deles já havia aparecido, e a outra pessoa, agora tá mais suja que fralda descartável de bebe, mas nega, diz que tudo isso é intriga de uma elite dominante.

Eu senti falta das provocações, as quais sempre se referiam aos "coxinhas" e suas ações contra a corrupção. E agora, que tem de tudo que é partido, de tudo que é idade, cor, religião, o que poderemos esperar dessa operação brilho no carro? Cá entre nós dois, alguém consegue ouvir "lava-jato" e ficar ainda na esperança de que alguma coisa aconteça com alguns deles? Não, essa esperança eu tive quando o mensalão veio a tona e o que aconteceu?

A mesma justiça que vai punir esses caras, soltou o goleirão e a cada dia que passa, deixa assassinos, assaltantes, sequestradores soltos nas ruas. Numa espécia mal trabalhada de "estou cumprindo o meu dever", a justiça caminha de passar muito largos quando o assunto é a punição de criminosos. Talvez seja culpa das leis mesmo, mas os que fazem as leis agora estão sendo julgados, então, o que esperar disso tudo?

Sorryyyyy!

Esperar o menos pior, haja vistas as rebeliões que tivemos, a greve dos policiais no ES e tantos outros acontecimentos que ainda vão nos surpreender esse ano e daqui pra frente, sempre, um episódio novo atrás do outro. Já não podemos nos defender, não podemos nos armar, não podemos sequer ter a garantia de nossa integridade física, seja ela do estado ou pessoal. "Não reaja", "entregue tudo e preserve sua vida", mas isso, ainda estamos tratando com bandidos e meliantes armados e o que podemos ou devemos fazer com aqueles que tem em suas relações e em suas canetas as armas que matam muito mais pessoas em hospitais - mais hostis que zonas de guerra, em escolas que arrebentam o ensino - com seus professoras concursados "garantidos" e a má vontade que impera?

Ou ainda, todos os dinheiros que somem desse país pelos gasodutos de governos sucessivamente corruptos?

O PT foi apenas o que caiu, mas todos os anteriores foram bosta.

Quer saber, enquanto nosso voto não for distrital facultativo, não acredito em qualquer mudança que possa acontecer, nem nesse Brasil nem em qualquer outro Brasil.

Fui!

#abraço

quarta-feira, 1 de março de 2017

Acabou o carnaval...

Acabou a festa... Triste e dura realidade volta a tona. Mesmo assim, bancos só após o meio dia e olha lá, que ficarão até as 16 horas normalmente. Não dá pra entender porque isso, mas ainda assim, é assim que acontece. O país parou por 2 dias e meio e tudo bem, vamo que vamo, o cortejo segue. Ou melhor, não segue!

Sou hipócrita e criticar o feriado e ter ficado de boa esses dias, mas é que depois de uma certa idade, quero mais é que as causas pelas quais militei um dia, sejam militadas por outras pessoas, que não eu. Meu humor, meu sono e minha saúde agradecem...

Pois bem, acabou o carnaval, como diz o dito nacional, o brasil só começa a funcionar depois do carnaval. Mentira, mas, vamos ver esse ano o que vai dar.

Pessoas, alguns veículos estão falando que a crise está dando sintomas de melhora. Gostaria de poder ser uma fonte de informação para todos mas, isso é mentira. Juros mais baixos e inflação mais baixa não farão a crise acabar da noite para o dia, é preciso tempo. Minha aposta é que até pelo menos 2021 estaremos em crise. O desemprego já não é mais um medo e sim, uma realidade. A industria se reinventou e precisa cada vez menos gente, cada vez menos mão de obra.

Os bancos, por sua vez, estão cada vez mais digitais e cada vez menos humanos ou seja, menos postos de trabalho.

É preciso agora, que reinventemos a interação humana com as relações de trabalho. Precisamos achar outras formas de remuneração, formas lícitas - ok - seja abrindo um negócio, seja criando uma carteira de serviços, ou seja, precisamos reinventar. Emprego formal com carteira assinada vai ser para poucos, os mesmos poucos que estão reclamando da reforma da previdência, assunto esse para outro post.

Sendo assim, o ano vai ser cheio de coisas para pensar, e mais um monte de coisas para fazer e claro, acredito que um monte de coisas que não terão maior impacto em nossas vidas...

Como eu diria em 31/12, mas que não faz mais sentido no fim do ano e sim agora:

FELIZ ANO NOVO!!!

#abraço

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Sabe quando o MI-MI-MI enche o saco?

Pois bem, eu ando muito calmo na hora em que estou escrevendo. Por várias razões, umas pessoais umas poucas coletivas mas ainda assim, é o que tem me feito bem. Bem não, melhor! Mas, nos últimos dias, as coisas parecem estar conspirando para me deixar menos calmo na hora de escrever. Eu sou um jornalista que não tem seu salário pago, nem pela mídia (imprensa marrom), muito menos por qualquer partido político, incluindo o de duas letras que não é PP.

A vitimização do "ex" está ficando chata. Tratar do sem dedo como coitadinho está se tornando, referenciando a globo, um vale a pena, rever e rever e rever e rever e ver de novo a mesma novela do cara pobre que se tornou presidente, comprou uma apartamento de 3 milhões de reais e um sítio e tudo certo. Os mais amornados, reclamam que não há qualquer tipo de prova que comprove que ele é sujinho...

Enquanto isso, o MI-MI-MI continua. Alguns bloggueiros, que não é meu caso, recebem algum para ficar bombardeando a internet com textos de coitadismos tão ridículos que deles, deveriam ser retirados os diplomas de jornalista... Aliás, foi no governo desse aí que o diploma perdeu qualquer valor que tinha como profissão, tornando assim qualquer um, um jornalista.

Desde que comecei a estudar o jornalismo, descobri que não prestava para isso. O jornalista é sim um fantoche do dono do veículo e nunca haveria de ser num país como esse, onde tudo que acontece, acontece por dinheiro. Ledo engano!

Tudo nessa nação parece ocorrer por causa de grana. Em todas as esferas!

Ou grana ou algum tipo de vantagem... Desde quando a gente compra aquele dvd pirata ou então baixa uma cópia fria do windows! E aí vem sempre aquela pergunta maldita: quem tem moral de julgar alguém?

Realmente, acredito que ninguém. Mas, isso não exclui a responsabilidade direta de quem faz isso. Mesmo que seja uma responsabilidade moral.

Me faz um favor, quando você for acusado de algo, prove que você é inocente, mesmo que a justiça diga que sem provas contrárias, você é inocente. Mas, a medida em que os tempos evoluem, acredito que a própria prática deveria mudar. Se existe uma imprensa marrom ou não que fica acusando sem tem provas, não se sente e fique vendo a banda passar, prove que todos estão errados, assim, a certeza de sua inocência será senão, a melhor ferramenta contra a mídia manipuladora. Se é que ela existe e é assim mesmo como os bloggueiros dizem ser.

Enfim, o MI-MI-MI está realmente me cansando. Não há nada que eu possa fazer a não ser lamentar tudo isso, mas para mim, não cola nenhum dos dois lados.

Se você leu o texto até aqui, vale ressaltar uma coisa: eu sou sim um cara politizado. Durante meus 39 anos já estudei muta coisa relacionada a isso, minha bagagem me permite afirma que hoje eu sou apartidário, com orgulho. Sou sim a favor de uma reforma política que inclui o voto não obrigatório e distrital. Sou sim a favor da criação de partidos por ideologias e não por ideais coletivos. Sou a favor da destituição e 90% dos partidos que são usados apenas como máquina de manobra e também sou a favor de uma exigência maior para aquele que quer ser político. Para mim, se o cara não serve, não deve servir mesmo!

Mas, eu continuo com meu sonho utópico...


#abraços...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Ufa! Quase perdi o prazo...

Caros leitores... Eu sinceramente por esquecimento ou algo que o valha, quase esqueci de pagar a renovação de registro do www.dlq.com.br

E o que isso significa? Ah, significa que o site poderia ter saído do ar, mas não saiu. E tanto eu quanto o dudu, que estamos super ausentes, não abrimos mão de poder continuar. Não que pretendamos ter bilhões de leitores, não é isso, mas o que temos são fiéis e para eles que escrevemos, mesmo que espaçadamente.

Não tenho como descrever qual é o prazer em escrever aqui, saber que pessoas leem e que além disso, tem gente que concorda, que discorda e que isso faz a real democracia sobreviver num país como esse. Nunca aconteceu de tentarem nos calar aqui, mas eu já pensei muito antes de escrever algumas coisas, até para evitar problemas maiores, né!

Mas fato é que tá pago por mais um ano. E será um grande ano de bastante textos, de muito conteúdo e claro, de muito prazer em poder fazer tudo isso. Não que para mim seja apenas um lugar onde escrevo, mas um potencial transferidor de conteúdo. Além disso, aqui as pessoas podem participar, emboras poucas participem de maneira direta. Mas, acessos, a gente sabe que tem.

E vai ser assim mesmo, muitos textos políticos, muitos textos sobre economia, educação e também, textos com bobagens, com aquelas informações que não interessam a ninguém.

Vamos também, cobrar dos políticos em todas as esferas, com olhar bem atento a todas as atitudes e ações dos mesmos.

E aí, gostou de saber que estaremos aqui por mais um ano?

Eu gostei e muito...

Vamo que vamo!

#abraço

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

O mito! A caverna nos prende todos os dias!

Não sei muito menos imagino quantos leirotes do DLQ já tivera a oportunidade de ler o Mito da Caverna, de Platão. Para quem nunca, um resumo bem básico, afinal, nada na vida é e pode ser tão simples assim. Porém, quando for ler esse mito, muita atenção, por favor.

Mas, diz que havia uma caverna. Era ligeiramente inclinada, como se fosse cada vez mais para baixo a medida em que se entrava nela. E lá dentro havia um homem, o qual, desde sempre permaneceu sentado e sempre olhando para frente (ou seja, para o fundo da caverna). A pouca luz a que ele estava acostumado, era apenas uma réstia de luz que entrava e porcamente iluminava a rocha a sua frente. Ele permanecia ali, como se aquilo fosse tudo o que ele pudesse fazer na sua vida. Porém, aos poucos, num movimento tímido, esse começa a observar que os ciclos de luz são constantes e por ai vai até que um dia olha para trás e pode observar uma luz um pouco mais forte. Com o passar dos tempos, ele começa a se aproximar da saída dessa caverna. porém, em dado momento que resolve sair, a intensidade da luz logo faz com que ele volte e fique onde sempre teve.

Isso é um resumo interpretativo, como citei, é apenas para situar quem nunca leu, mas acredito que a leitura desse mito deveria ser obrigatória a todo ser, antes mesmo que ele se batizasse em qualquer religião ou escolhesse qualquer timeco de futebol. Deveria ser mesmo obrigatório!!!

E aí, o que você tem com isso? Hahaha, caro leitor... Faça uma brincadeira: troque a palavra caverna para diversas coisas em sua vida.

- Emprego
- Vida social
- Relacionamento
- Religião
- Política

Será que você tem realmente a consciência de que há vida fora de suas convicções? Será que você realmente enxerga a possibilidade de que outras pessoas possam ter outras convicções e ainda assim vocês possam conviver socialmente num mesmo espaço?

Em quantas cavernas estamos presos, dia a dia?

Bem, vai um relato meu, mas sem críticas, por favor, até porque, é apenas um relato meu. Meu!

Eu vivi numa caverna durante 19 anos. Olhava só para frente (na verdade eu dava umas olhadinhas para trás, mas tinha o que me prendia). Durante esse tempo, passei sempre sabendo que havia uma luz atrás de mim, mas não queria ter acesso a ela, por mais que seriam alguns passos e estaria num mundão de luz externa.

Quando cheguei nessa etapa da minha vida, simplesmente levantei e comecei a caminhar em busca da luz. A ao chegar nela, até senti medo, tive dúvidas e pensei em voltar a sentar e ficar esperando a morte chegar, mas não o fiz. Fui aproveitar a luz.

Hoje em dia, não consigo me imaginar naquela caverna e pior, não consigo entender como existem pessoas que lá estão e que assim como eu, na época, não enxergam que dá para viver de outra forma.

Passei alguns dias sem inspiração, eu sei, e agora venho com 2 pedras em cada mão. Mas é que hoje, ao tomar um café preto de cafeteira, coisa que há dias não fazia, não pude deixar de pensar no Mito da Caverna e em tudo que o aprendizado do mito mexeu em minha vida. E esse mito além de tudo ilustra muito bem nossa falta de capacidade em encarar possibilidades como mudanças. Não estamos sempre contentes com tudo que ocorre em nossas vidas, com tudo que temos. É irracional para mim, mas estamos sempre buscando mudar, sempre buscando coisas novas, e nesse ciclo, acabamos presos dentro de novas cavernas, algumas sociais outras emocionais e assim seguimos.

Alguns dos livros de auto ajuda que já li trabalham justamente a questão de tudo tem que partir de nós mesmos. E, fica a pergunta, se enxergamos que há luz, porque não corremos para ela? E a resposta me parece ainda mais simples, porque o medo de caminhar para a luz é muito mais forte do que a vontade de fazer. O medo nos paralisa de forma maldita em tudo que precisamos fazer e é muito mais difícil vencer o medo do que comemorar a glória de qualquer fato em si.

Então, acho que já fiquei chato... Vou parar por aqui e continuar a correria do dia a dia e também, vou continuar tentando fugir das cavernas em que ainda estou preso.

Bom final de semana para todos....

#abraço

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Pensamentos vagos... até demais...

Quando escrevo, tenho algumas características que irritam muito as pessoas. É uma coisa minha, não consegui mudar ainda, mas acontece. Uma delas é não usar letras maiúsculas quando preciso e usar muitas reticências (...) quando elas não fazem o menor sentido. Mas ainda assim, continuo escrevendo. E outra coisa que tenho como característica é escrever ou pensar coisas que as pessoas não pensariam, até para não gastar tempo com besteiras, né?!

E hoje vai ser uma dessas ocasiões!

Vamos lá, alguém já ouviu a palavra e sabe o significado de anarquismo?

Significado de Anarquismo
s.m.
[Política] Teoria política que afirma ser a sociedade uma instituição independente do poder do Estado; teoria social e política que não aceita a submissão da sociedade aos poderes governamentais e/ou à autoridade do Estado; anarquia.
[Por Extensão] Ação ou movimento que se opõe ao governo do Estado.
[Por Extensão] Tudo aquilo que possa ser contrário às normas e aos costumes pré-estabelecidos.
(Etm. anarquia + ismo)

E aí, estou eu sem muito o que fazer, com certo tempo livre, pensando em nada ou tentando ocupar a mente com coisas positivas e me vem essa ideia na cabeça!

É muita burrice minha mas, percebi que o anarquismo no brasil está invertido. Ao invés da sociedade não aceitar uma forma de poder instituído, quem na verdade não aceita a instituição de poder e também não está nem cagando para a sociedade é o governo. Eles vivem numa redoma na qual, estão sempre muito bem protegidos e de lá, não fazem nada para o bem coletivo.

Se, a ideia seria uma sociedade sem um governo, podemos também assumir que estamos quase vivendo assim nesse país, ou seja, temos até uma figura governamental a qual detém certos poderes que norteiam nosso destino, mas os mesmos não aplicam os mecanismos, ou por incompetência, que é o que eu acho mais provável ou então por cegueira funcional mesmo. Eles fazem de conta que fazem, nós fazemos de conta que aceitamos e a coisa anda.

Somos 200 milhões de habitantes e deixamos 10 mil, mais ou menos, nadar em nós e pior, ferrar com tudo. Assistimos a isso tudo "deitados em berço esplêndido", tomando aquela geladinha e comendo um churras parceladão no final de semana. Tá certo isso?

Eu sei que meu pensamento sobre a palavra anarquismo sendo invertida não faz o menor sentido, foi apenas uma forma de propor uma linha de raciocínio que garanto, se for estudado, vai demonstra que nós brasileiros somos sim, o povo mais passivo da história do homem na terra, não acredito que qualquer outra nação um pouco mais evoluída que a nossa, aguentaria tamanhos absurdos como nós levamos, sem reclamar.

Não concorda? Ótimo, seja você então o primeiro a, com argumentos válidos e inteligentes, discordar de mim. Vou adorar ver que entre 200 milhões 1 vai se salvar dessa selva de apáticos.

Em contra partida, quando um governo resolve fazer coisa que há muitas décadas precisavam ser feitas, nos deparamos com um povo que se mobiliza, mesmo que em redes sociais para ser contra.

Vai entender esse povo, né?!

#abraço

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Roleta russa!

É isso mesmo, não tem outra expressão que descrever o comportamento de muito, muito brasileiros. Para quem não conhece essa expressão, não tenho a menor ideia se é verdade ou não mas, reza a lenda de que Roleta Russa era uma brincadeira que se fazia com uma arma de tambor (revólver), no qual as cegas se colocava apenas uma bala, girava o tambor e depois apontava a arma na cabeça e apertava o gatilho. Nem preciso dizer que muitos já morreram assim... Inclusive, anos atrás, um conhecido teve a sorte de acertar a bala... A família chorou e tal, mas, fazer o que, tentou a sorte e ganhou...

Mas, não usamos mais armas de fogo, note que citei armas de foto, porque tantas outras armas temos utilizado em nosso dia a dia... Brincar de roleta russa hoje talvez esteja mais evoluído, não é mesmo, o ser humano adora ser mais evoluído né...

Usamos como arma para brincar de roleta russa a cachaça (em altas quantidades), as drogas em geral, os carros, remédios e muitas outras formas de morrer jogando com a sorte. Dirija por uma estrada por 2 horas e depois me conta quantas merdas você fez e viu fazerem! As pessoas tentam tanto que uma hora vão acertar e aí, a família acaba chorando e tchau tchau...

É assim que acaba acontecendo, ou seja, não fazemos uma brincadeira idiota com uma arma de fogo mas fazemos com armas potencialmente tão letais e com a possibilidade de atingir mais pessoas. Um carro é uma arma e pode matar diversas pessoas num ato só...

A bebida também, ainda mais se associada a veículos, sejam motos, carros ou outros. E por aí vai!

Tornamo-nos com o passar do tempo, cada vez mais estúpidos... Com um carro e uma cachaça, matamos 1, 2, 3... E aí?

Vamos renomear a brincadeira para roleta moderninha?

Roleta evolutiva?

Qualquer nome que se dê, se você fica chocado com as notícias de mortes nas estradas, nas ruas saiba que com o comportamento evoluindo dessa forma, provavelmente, cedo ou tarde, muitos terão o mesmo fim. Ainda mais, se contarmos com carros cada vez mais rápidos e possantes como a industria tem nos oferecido. A claro, se contar que cerveja já foi de 600, agora é litrão e daqui uns dois anos, com certeza será vendida em garrafão de 10 ou 20 L com direito a bebedouro com refrigeração... Deixa a industria acordar para isso....



#abraço

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Inspiração? Puxa vida, hoje não!

Ontem pedi desculpas no facebook ou redes sociais como alguns preferem citar na mídia, porque não tinha qualquer assunto em mente o qual pudesse utilizar para escrever aqui. E hoje não é diferente. Diferente sim, é que não vou comentar a morte do ministro do STF. Não, deixa a Aeronáutica e o CENIPA investigarem, afinal, eles manjam do balacobaco - eu não!

Mas, finalmente é sexta-feira e amanhã, para aqueles que não trabalham já é dia de ficar em casa, descansar, curtir com os amigos e família, bagunçar, mas também, tem aqueles que limpam as casas, lavam calçadas e dão aquela geral nas roupas utilizadas durante a semana. Eu, nem sei o que vou fazer mas, ainda assim será sábado e depois domingo.

Né?!

O problema é escrever sem inspiração. Porém, como eu gosto de escrever e estou tentando manter minha condição de sempre escrever, hoje pode parecer enrolado mas não é bem isso. Vamos lá então: você tem carro?

Sabia que é muito mais barato levar seu carro num mecânico de confiança, de tempos em tempos mesmo que o possante não tenha nada de errado? Bons mecânicos conseguem identificar de forma antecipada defeitos e prevenir problemas mais onerosos. Por exemplo, pode se verificar condições de correias, molas, amortecedores, pastilhas de freios e lonas de freios, estado geral de pneus, óleo, filtros - esses elementos são essenciais e se vistos antes podem até custar menos do que o reparo corretivo.

Sem contar que, muitas vezes um amortecedor ruim pode ferrar um jogo de pneus. Ou um alinhamento errado pode custar outros elementos de suspensão.

Além disso, você que tem um possante deve sempre cuidar de alguns detalhes que dependem de você ou que um frentista pode ter ajudar:

- calibre pelo menos uma vez a cada duas semanas os pneus de seu carro. Consulte o manual ou na internet a pressão adequada, existem pressão para carro leve e pesado (carregado). É normal, na moldura da porta do motorista haver um lembrete com essa pressão também. Consulte e mantenha sempre calibrado, evita situações de acidentes e também, o desgaste prematuro do pneu.

- águas: radiador e tanque do limpador de parabrisas... é importante sempre verificar. E a "água do radiador", na verdade, deve ser verificada a existência do fluído, que ajuda a manter o sistema limpo. Se a água estiver enferrujada, é melhor fazer uma limpeza e substituição na proporção indicada pelo fabricante. Já me ferrei com isso, por isso digo, faça antes, depois fica muito mais caro.

- verifique o nível de óleo, sempre! Carro sem óleo, vai pro beleléu... E troque óleo e filtro sempre, conforme o óleo que você usa: mineral a cada 5000 km, semi-sintético a cada 7500 km e sintético a cada 10.000 km. E nunca troque o tipo... Eles são incompatíveis entre si e se houver a troca, vai dar merda...

- verifique luzes: uma dica - se você parar de ré perto de uma parede, como num supermercado por exemplo, você pode sozinho verificar o funcionamento das setas, das luzes de ré, de freio e de sinalização. Se tiver queimada, troque ou peça para um amigo ajudar...

São cuidados básicos como esses que ajudam você a gastar menos de uma só vez e assim, mantém você em segurança nas estradas e mesmo na cidade.

Cuide do seu possante, ele merece...

#abraço

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Porrada neles!

Hum, é sério que você já pensou em sentar o braço nos hóspedes do sistema prisional? Ou em bandido? Se foi isso, talvez seja melhor parar de ler esse texto, pois além de não ter qualquer pretensão, ele não vai defender seu ponto de vista, de forma alguma eu faria isso.

Mas, como brasileiro que sou, tive acesso a vídeos de whatsapp que fiz questão de apagar logo nos primeiros segundos, com imagens lá do presídio do Amazonas, feito por detentos. E nunca senti tanta raiva de ser humano e ser brasileiro como senti ao ver logo as primeira cenas. Se você não viu esses vídeos considere-se presenteado pelo papai noel antes da hora, porque as imagens são muito mais que fortes, são insuportáveis para pessoas comuns, eu acho!

Mas vamos lá, será que precisa ser assim mesmo?

Bom, eu não tenho pena de bandido mas acho que temos leis e que temos mecanismos de punição que deveriam ser levados mais a sério. Amontoar um monte de homens num cubículo e esperar que eles sejam passivos a situação a vida inteira é no mínimo uma falta de maturidade. Eles jamais aceitarão isso assim como eu e você não aceitaríamos ficar, mesmo que culpado fossemos. Isso é fato!

Eles cometeram crimes, eu sei. Foram além da linha que deveriam ter ido e para isso precisam ser punidos, mas eu preferiria muito mais uma cadeia com conforto para os caras e penas muito mais longas, como a perpétua como qualquer outra coisa que existe no brasil. Não estou falando de direitos humanos não, estou apenas pensando que, para que pudessem realmente pagar pelo que fizeram, teriam que passar por processos mais elaborados de ressocialização. Fato!

Uma cadeia com escola, com trabalho, com ocupação, sem religião e ainda, com regras muito duras, seria no mínimo pertinente. Horário para acordar, horário para ir dormir, horário para tomar banho, para ir ao banheiro e claro, a completa falta de contato com o mundo exterior, tirando visita de familiares limitas a 1 por mês. Visitas íntimas? Não sei, eu não acho válido talvez por muito excelente bom comportamento, mas, ainda assim, não sei se seria pertinente.

Quem assistiu tropa de elite II, percebe bem que, existe uma guerra entre os a favor e os contra cadeias, cada qual com seus argumentos mas, se a prisão no Amazonas fosse algo decente, com presos que não pudessem manter contato não supervisionado com outros presos, que não tivesses acesso a celulares e alguns casos, TV, rádio e muita outra coisa que nem imaginamos, como eles teriam forças de se reunir numa rebelião? Difícil acreditar que funcionaria assim, certo?

Pois eu duvido...

Selas menores, individuais, cada qual com seu banheiro com chuveiro e dispositivos que sejam a prova de vandalismo, como sistemas eletrônicos de liberação de água por sensores, câmeras de infravermelho em todas as celas com sensores de comportamento, enfim, hoje em dia existem diversas formas de se fazer isso. Mas não, nessas merdas de celas superlotadas em que, o criminoso mais leve aprende malandragem com o mais pesado. A escola do crime, na minha opinião, fica ali dentro, debaixo do nariz das "competentes" autoridades. E acho que sempre foi assim!

Bloqueadores de celular e outras tapa-buracos podem até ajudar, mas não vão solucionar. O exército nas cadeias, menos ainda. Porém, para que tudo possa se resolver acho que precisamos parar e começar tudo de novo e quem, sabe, nisso tudo, teremos que começar com os malditos políticos.

Lembra do que tratam no Tropa de Elite II, dos candidatos e dos políticos envolvidos? Não que seja verdade, mas quem sabe também não é mentira... Ou seja, a sujeita é muito mais do que vemos, ela é maior, mais inteligente e muito mais organizada. Os que aparecem são apenas boi-de-piranha...

Sei do trabalho, elogio e confio nas polícias e sempre confiarei, mas depois que eles fazem a parte deles, o que mais importa é mantar esses presos em condições e longe da sociedade. Bandido bom, não é bandido morto até porque, qualquer um pode ter que passar alguns dias lá por um motivo ou outro, e aí, como você se sentiria?

Não acredito que possamos esperar o melhor, é como querer arrotar caviar tendo comigo peito de frango...

Esperar para ver...

Até!


terça-feira, 17 de janeiro de 2017

chega de lixo!!!

Curitiba, como adoram os bíblicos, TORNAR-SE-IA a cidade mais limpa do planeta. Chique né, eu como morador desse interior asfaltado, tenho muitos motivos para comemorar, além de viver numa cidade limpa e bela, não serei multado como um poluidor social.

Veja o link, e se deleite neste exemplo do que os políticos fazem por nós: Projeto de lei que multa quem jogar lixo

Porque esse tipo de coisa me faz rir?

Simples! Simples!

Nos tornamos uma sociedade tão preocupada com o respeito ao próximo, que já jogamos lixo a ponto de um vereador criar um projeto de lei para nos multar por fazer isso. E ai, no projeto, um fiscal poderá inclusive encaminhar a pessoa para uma delegacia. Me preocupa uma coisa, se não temos mais respeito por qualquer tipo de autoridade instituída, quem vai respeitar um fiscal?

Quero só ver, na verdade, eu adoraria que a coisa funcionasse mas é apenas mais um projeto de lei para dar projeção a um vereador. Ou seja, de prático, não há nada que possamos aproveitar.

Jogar lixo ou melhor, não jogar lixo, antes de ser uma lei, é uma questão de educação. E tem os defensores que dizem que só se aprende quando dói o bolso, mas alguém acredita que teremos mesmo contingente para a fiscalização? Só em Curitiba temos 2 milhões de pessoas mais uma porrada de gente na grande Curitiba que vem para cá diariamente. Quero só ver fiscalizar isso tudo.

Aliás, esse é um grande problema de nossos inteligentes legisladores, que tem bons salários e ótimos assessores: criam projetos de lei pensando apenas no tema principal, esquecendo-se assim de que, para que determinadas leis sejam cumpridas no Brasil, é preciso mais do que um texto punitivo, mas sim, força de fiscalização e punição.

Fazer lei é fácil, garanto que até eu consigo criar. Aí um amigo ou dois dão uma pincelada e pronto. Mas, colocar em prática é outra história...

Enfim, se você ainda joga lixo no chão, por favor, pare de fazer mas não por causa da lei e sim por educação e respeito ao próximo. O lixo que você joga no chão, pode não ser varrido por um gari como você pensa, mas sim, pode entupir tudo e ferrar tudo durante uma chuva.

Fica a dica...


#abraço

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Ciclos, ah esse ciclos...

Não que minha opinião interesse a muita gente, mas ainda assim se alguém me perguntar eu diria que a vida é 100% constituída de carbono e ciclos. Sobre ciclos eu me refiro, com exemplo, a imagem abaixo:


Partindo sempre de um ponto inicial, tudo na vida tem seu reinício após o completar de um ciclo. Assim como na imagem, começando do zero temos o momento mais alto, depois o momento mais baixo e voltamos para o zero. E aí, se inicia um novo ciclo.

Nosso coração funciona assim, nossa respiração funciona assim, nosso sono funciona assim, nossa alimentação é exatamente um clico de ingestão, digestão e eliminação e novamente ingestão, digestão e eliminação. (algumas pessoas acabam guardando uma parte, mas isso é um tema para outra hora, kkkk)

Nossas amizades funcionam assim, nossos amores funcionam assim, nosso emprego é assim...

E claro, nosso clima é exatamente esse. Ontem, estávamos na parte mais alta do gráfico, suando na sombra. Suando em qualquer lugar, apenas pelo fato de estar... Hoje, o dia fresco como eu não poderia imaginar ontem. Um ciclo que se fecha... E outro que abra e vai fechar e logo vai abrir outro.

Hoje, algumas pessoas reclamavam de não estar quente enquanto outras elogiavam o fato de estar mais fresco. E por aí vai...

O ciclo que mais me chama a atenção é o ciclo que dura 365 dias e 6 horas... Isso mesmo, Ano após ano, contamos 365 dias e 6 horas e no final comemoramos o início de um novo ciclo... Ano após ano...

Eu nasci em 1977, esse ano fecho mais um ciclo e completarei 40 anos. Durante esse tempo, tive a oportunidade de aprender muita coisa, muito mais coisa do que eu queria ter aprendido. E no alto dos meus 40 anos, vou encarar mais um desafio na minha vida, e esse por livre escolha e vontade: vou estudar mecânica de aviões... Motores, turbinas, trem de poucos, fuselagem, aviônicas... Tudo isso, e com certeza, no final, vou saber ainda mais do que sei.

Porém, nesses 40 anos uma das coisas mais importantes que aprendi é que, quanto mais informação você tem e quanto mais estuda, menos inserido na camada mais social você estará e não porque você seja melhor, e não será mesmo, mas porque você acaba por se tornar tão insuportável, que é melhor se calar do que ficar esbanjando "conhecimento".. Hahhaha #ficaadica

Ciclos que vão, ciclos que vem e ciclos que ficam... Pense que na vida, tudo é um grande ciclo... Uma hora começa, vai ao ápice e depois vai ao mais profundo e logo volta ao recomeço...

E é isso...

Pronto!!! Fui!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Hum... está quente...

Então, acredito que esse assunto está na cabeça e no suor de todos os curitibanos, afinal de contas, 30° tantos dias seguidos deve marcar o dia a dia, não é mesmo? Particularmente, não tenho nada contra o calor, mas prefiro o frio. E OK!, estamos no verão e não há nada melhor que o calor. Mas, como a gente sua nesses dias... No trabalho, no ônibus, no carro, em qualquer lugar que estejamos, o suor é incontrolável... E para dormir então, dá-lhe ventilador e no máximo um lençol, né!!!

E de onde vem tanto calor?

Bom, mais uma vez vou usar a minha percepção, afinal de contas, não tenho dados mais específicos sobre isso, sou apenas um jornalista que pesquisa sobre o assunto, mas não sou especialista! E uma coisa que me chama muito, mas muito a atenção é o fato de que, curitiba já foi um dia verde, mas hoje é cinza e preto.

No que me refiro a cinza, estou tratando das construções. Prédios, casas, lojas e tudo mais. É impressionante como curitiba se tornou uma cidade de grande adensamento e como esse cinza removeu e ainda remove o que sobrou de verde. Aliás, de verde mesmo, tirando algumas casas que tem árvores, só vemos nos parques. O resto, o que não é concreto é asfalto. E ambos acumulam muito calor durante o dia, o que contribui para o aquecimento nos patamares que temos hoje...

Quer fazer um teste?

Caminhe no Jardim Botânico, em pelo meio dia e passe ao lado da mata. São vários graus de temperatura a menos, é uma diferença perceptível e nessas horas, é de se pensar em voltar a plantar árvores onde hoje, cobrimos com calçadas e estacionamentos.

Enfim, antes que as acusações cheguem, eu não estou reclamando do calor, assim como eu costumo fazer com a chuva, que esta sim, eu não gosto. Na verdade, apenas estou muito curioso em saber o que será do resto desse ano de 2017 porque, se no início está esse calor o que será do inverno? Quente? Frio? Gelado?

Não sei, quem viver em curitiba nessa época verá... Mas uma coisa tenho certeza, que o novo prefeito prometeu muito mais do que vai cumprir, isso é a mais pura realidade...Faça sol, ou chuva, a prefeitura vai continuar devendo.. Aliás, que não seja chuva, pois mal choveu esses dias e já alagou um monte de lugar...

Abraços...


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Começou

Vamos lá, 2017 começou e o que mudou? Para alguns muita coisa para outros, talvez nem tanto. Porém, é sempre uma renovação de energias, uma troca de ares e uma forma de celebrarmos o novo, mesmo que o novo seja exatamente o mesmo que o velho, mudando apenas um dígito num conjunto de quatro dígitos.

Para mim, o processo foi o mesmo, tomei meu banho de espumante, porém esse ano ele foi na beira da praia, sozinho e curtindo uma bela fossa. Enfim, nem tudo na vida é o que desejamos, queremos e tentamos. A praia estava muito cheia, parece mesmo que a crise passou longe demais e que assim, o povo gastou e muito para comemorar e olha que os preços de alguéis na praia, não estão tão baixos quanto a imprensa tem propagado por aí...

Mas para o ano que começou eu só deseja um pouco de paz. Paz exterior, paz interior e paz para todo mundo, seja quem for, seja qual religião for ou seja qual for!

Que esse ano seja regado a alguns espetinhos na Espetaria do Simpão, alguns litros de gasolina no possante para dar um pulinho no litoral e tudo de bom para todo mundo. Desejo muita saúde a todos, que meus pequenos possam estudar muito e jogar muito futebol e que eu consiga finalmente comprar minha ferrari...hahaha nem gosto de ferrari...

E ainda, que 2017 não seja um ano de guerras entre americanos e quaisquer outras nacionalidades.

Que todos os grupos sociais possam conviver sem qualquer atrito maior... E que, além de tudo, possamos ser melhor, maior e mais bem preparados para tudo que está por vir...

Que nos amemos a nós mesmos mais e mais e que com isso, possamos dar um pouco desse amor ao nosso próximo, ou nem tão próximos assim.

É o que desejo a todos nós!!!