quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Porrada neles!

Hum, é sério que você já pensou em sentar o braço nos hóspedes do sistema prisional? Ou em bandido? Se foi isso, talvez seja melhor parar de ler esse texto, pois além de não ter qualquer pretensão, ele não vai defender seu ponto de vista, de forma alguma eu faria isso.

Mas, como brasileiro que sou, tive acesso a vídeos de whatsapp que fiz questão de apagar logo nos primeiros segundos, com imagens lá do presídio do Amazonas, feito por detentos. E nunca senti tanta raiva de ser humano e ser brasileiro como senti ao ver logo as primeira cenas. Se você não viu esses vídeos considere-se presenteado pelo papai noel antes da hora, porque as imagens são muito mais que fortes, são insuportáveis para pessoas comuns, eu acho!

Mas vamos lá, será que precisa ser assim mesmo?

Bom, eu não tenho pena de bandido mas acho que temos leis e que temos mecanismos de punição que deveriam ser levados mais a sério. Amontoar um monte de homens num cubículo e esperar que eles sejam passivos a situação a vida inteira é no mínimo uma falta de maturidade. Eles jamais aceitarão isso assim como eu e você não aceitaríamos ficar, mesmo que culpado fossemos. Isso é fato!

Eles cometeram crimes, eu sei. Foram além da linha que deveriam ter ido e para isso precisam ser punidos, mas eu preferiria muito mais uma cadeia com conforto para os caras e penas muito mais longas, como a perpétua como qualquer outra coisa que existe no brasil. Não estou falando de direitos humanos não, estou apenas pensando que, para que pudessem realmente pagar pelo que fizeram, teriam que passar por processos mais elaborados de ressocialização. Fato!

Uma cadeia com escola, com trabalho, com ocupação, sem religião e ainda, com regras muito duras, seria no mínimo pertinente. Horário para acordar, horário para ir dormir, horário para tomar banho, para ir ao banheiro e claro, a completa falta de contato com o mundo exterior, tirando visita de familiares limitas a 1 por mês. Visitas íntimas? Não sei, eu não acho válido talvez por muito excelente bom comportamento, mas, ainda assim, não sei se seria pertinente.

Quem assistiu tropa de elite II, percebe bem que, existe uma guerra entre os a favor e os contra cadeias, cada qual com seus argumentos mas, se a prisão no Amazonas fosse algo decente, com presos que não pudessem manter contato não supervisionado com outros presos, que não tivesses acesso a celulares e alguns casos, TV, rádio e muita outra coisa que nem imaginamos, como eles teriam forças de se reunir numa rebelião? Difícil acreditar que funcionaria assim, certo?

Pois eu duvido...

Selas menores, individuais, cada qual com seu banheiro com chuveiro e dispositivos que sejam a prova de vandalismo, como sistemas eletrônicos de liberação de água por sensores, câmeras de infravermelho em todas as celas com sensores de comportamento, enfim, hoje em dia existem diversas formas de se fazer isso. Mas não, nessas merdas de celas superlotadas em que, o criminoso mais leve aprende malandragem com o mais pesado. A escola do crime, na minha opinião, fica ali dentro, debaixo do nariz das "competentes" autoridades. E acho que sempre foi assim!

Bloqueadores de celular e outras tapa-buracos podem até ajudar, mas não vão solucionar. O exército nas cadeias, menos ainda. Porém, para que tudo possa se resolver acho que precisamos parar e começar tudo de novo e quem, sabe, nisso tudo, teremos que começar com os malditos políticos.

Lembra do que tratam no Tropa de Elite II, dos candidatos e dos políticos envolvidos? Não que seja verdade, mas quem sabe também não é mentira... Ou seja, a sujeita é muito mais do que vemos, ela é maior, mais inteligente e muito mais organizada. Os que aparecem são apenas boi-de-piranha...

Sei do trabalho, elogio e confio nas polícias e sempre confiarei, mas depois que eles fazem a parte deles, o que mais importa é mantar esses presos em condições e longe da sociedade. Bandido bom, não é bandido morto até porque, qualquer um pode ter que passar alguns dias lá por um motivo ou outro, e aí, como você se sentiria?

Não acredito que possamos esperar o melhor, é como querer arrotar caviar tendo comigo peito de frango...

Esperar para ver...

Até!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!