segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Roleta russa!

É isso mesmo, não tem outra expressão que descrever o comportamento de muito, muito brasileiros. Para quem não conhece essa expressão, não tenho a menor ideia se é verdade ou não mas, reza a lenda de que Roleta Russa era uma brincadeira que se fazia com uma arma de tambor (revólver), no qual as cegas se colocava apenas uma bala, girava o tambor e depois apontava a arma na cabeça e apertava o gatilho. Nem preciso dizer que muitos já morreram assim... Inclusive, anos atrás, um conhecido teve a sorte de acertar a bala... A família chorou e tal, mas, fazer o que, tentou a sorte e ganhou...

Mas, não usamos mais armas de fogo, note que citei armas de foto, porque tantas outras armas temos utilizado em nosso dia a dia... Brincar de roleta russa hoje talvez esteja mais evoluído, não é mesmo, o ser humano adora ser mais evoluído né...

Usamos como arma para brincar de roleta russa a cachaça (em altas quantidades), as drogas em geral, os carros, remédios e muitas outras formas de morrer jogando com a sorte. Dirija por uma estrada por 2 horas e depois me conta quantas merdas você fez e viu fazerem! As pessoas tentam tanto que uma hora vão acertar e aí, a família acaba chorando e tchau tchau...

É assim que acaba acontecendo, ou seja, não fazemos uma brincadeira idiota com uma arma de fogo mas fazemos com armas potencialmente tão letais e com a possibilidade de atingir mais pessoas. Um carro é uma arma e pode matar diversas pessoas num ato só...

A bebida também, ainda mais se associada a veículos, sejam motos, carros ou outros. E por aí vai!

Tornamo-nos com o passar do tempo, cada vez mais estúpidos... Com um carro e uma cachaça, matamos 1, 2, 3... E aí?

Vamos renomear a brincadeira para roleta moderninha?

Roleta evolutiva?

Qualquer nome que se dê, se você fica chocado com as notícias de mortes nas estradas, nas ruas saiba que com o comportamento evoluindo dessa forma, provavelmente, cedo ou tarde, muitos terão o mesmo fim. Ainda mais, se contarmos com carros cada vez mais rápidos e possantes como a industria tem nos oferecido. A claro, se contar que cerveja já foi de 600, agora é litrão e daqui uns dois anos, com certeza será vendida em garrafão de 10 ou 20 L com direito a bebedouro com refrigeração... Deixa a industria acordar para isso....



#abraço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!