quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Não é fácil, mas não é tão difícil assim...

Pois bem, que o Brasil é um país para poucos e que menos ainda são os que conseguem entender o que aqui acontece, não é novidade para muitas pessoas, né!

Depois da queda da Dilma-ma-ma, que fui sempre contra, o país se tornou algo ainda pior. Não temos mesmo o que Temer, e não podemos mais esperar muita coisa. Agora, como processo de continuidade às mudanças, nosso grande governo está prevendo privatizar além de uma grande da eletricidade, mais 52 empresas se é assim que podemos chamar.

De tudo que tenho visto, depois da reforma da reforma trabalhista, as privatizações são as atitudes mais acertadas que esse governo está tomando. Vamos tirar das mãos de políticos o poder de comandar empresas que faturam bilhões e passaremos isso para as empresas privadas, que não precisam necessariamente dar explicações do que fazem ou não com seu dinheiro, desde que não seja o meu dinheiro que esteja bancando essa bosta toda.

Sim, sou a favor da privatização. Tenho a certeza que tem um monte de funcionários dessas estatais que já deve estar providenciando a atualização de currículo pois, depois de privatizado, provavelmente eles vão rodas. É sempre assim, e foi assim.

Você é contra? OK, eu respeito sua opinião, desde que você possa respeitar a minha.

De tudo que já foi privatizado agora, só temos exemplo de sucessos... As empresas que compunham o sistema telebrás, as rodovias, as ferrovias, enfim...

E também não há muito o que ficar escrevendo ou esperando afinal de contas, são os mesmo que mandam e a gente, de fora, só observa. Afinal, não vi nenhum protesto, panelaço ou qualquer outra forma de demonstração de alguém ser contra. Quem cala, aceita, não é mesmo?

Então, até o final do ano, aeroportos, portos, estradas e empresas do governo deixarão de ser do governo, sendo assim, podemos esperar que, os gastos do governo sejam diminuídos e os impostos comecem a chegar para tapar o rombo que tantos governos anteriores deixaram...

Pagar para ver, né!

Fica aí, essa ideia...

#abraçodoLG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!