domingo, 24 de setembro de 2017

Números que não dizem nada

Quando eu era criança, uma vez, voltando de Santa Catarina, no rádio do carro do meu pai, uma Brasília bordo 1977, tocava uma música que, em determinada parte, dizia mais ou menos assim:

"Sabe esses dias em que horas dizem nada"

É um trecho da música Tédio, da banda Biquini Cavadão...

Enfim, sabe esses dias em que números dizem nada?

É o tédio da política que toma conta...




#abraçodoLG

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Agradecimentos...

Depois de quase quarenta anos de vida, estou quase decidido de que aprendi que agradecer é melhor que qualquer outra sensação. Então, OBRIGADO!

Obrigado a todos que de alguma forma, fizerem parte de algum momento de minha vida. Certinho, isso que vale..

E, para deixar o post legalzinho, videozinho...



#abraçodoLG

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Não consigo parar!!!

Não consigo mesmo parar. Todo dia, toda hora, todo minuto... A cada maldito instante tento aprender algo com alguém, algum fato ou simplesmente com a sensibilidade. Cresci numa sociedade que me ensinou que o ser humano é o único animal racional e que pensava. Hum, bullshit!!! Bullshit nervosa!!!

Hoje, aqui no DLQ não tem vídeos, estive sem paciência de fazer mas em breve faço - até porque os últimos dias foram um pouco corridos e sendo assim, o "não inteligente aqui", não conseguiu se organizar e que assim siga.

Fato é que, toda vez que vejo um ser humano agindo como ser humano, almejo me tornar novamente um animal, irracional e desprovido de qualquer inteligência no que diz respeito ao conceito em si. Quer entender porque?

Veja as duas fotos a seguir e logo voltamos:


Foto 1: A natureza interagindo com a natureza. Simples!

Foto 2: O "ser humano" interagindo com a natureza.

E aí, que é quem nessa história? Quem é inteligente e quem não é?

Quem é o racional e quem não é?

Eu prefiro, muito, ser burro. Por favor, se é que deus existe - duvido muito - que ele ilumine meu caminho para a burrice, estou cansado de tentar ser inteligente, aliás, de tentar mesmo, pois se a imagem 2 demonstra um pouco da inteligência de uns, até hoje acho que já me mantive na meda da burrice - objetivo alcançado. E essa foto foi apenas uma amostra. Poderia ter tirada muitas mais, mas fiquei com medo que a câmera estragasse com o cheiro.

Dessa forma, acredito realmente que ao invés de estarmos "evoluindo", estamos caminhando de marcha ré, para um processo de desconstrução do nosso ser. 

Discorda? Sorte sua!

#abraçodoLG

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Egoísta? Não, não, não consigo ser!!!

Quem me conhece, mas quem me conhece mesmo sabe que posso ser chamado de tudo: mentiroso, hipócrita, sonhador, babaca, até mesmo de f.d.p. mas, nunca de egoísta. Tipo assim, nem religião eu sigo mas me doo sempre que posso. Me ofereço a fazer tudo que seja preciso e possível para todos aqueles que são meus chegados e também aos que não são.

E que assim seja! Sempre.

Um videozinho para fechar a semana, e hoje, com 2 câmeras, obrigado João pela ajuda!!!