quarta-feira, 25 de julho de 2018

Talvez esteja pior e ainda nem percebemos...

Veja bem, o texto a seguir não está baseado em verdades, nem em estatísticas do governo (oficiais), nem mesmo em numero consistentes. É um texto produzido com base na vivência do dia a dia. A verdade é que, a cada ida no mercado ou a cada boleto que chega, fica muito perceptível que estamos na crise e ela parece estar aumentando ao invés de estar estabilizando.

Eu converso com várias pessoas durante os dias que se passam e a percepção das pessoas está cada vez mais focada nisso, afinal de contas, todos estão sentindo muito essa questão da crise. Não tem muito o que fazer, pois o governo que poderia se preocupar, está cagando para isso. Os brasileiros, agora que estão se importando com isso, então, não há muito o que fazer, não é mesmo?!

A marolinha do lula, ainda está por aqui... Ok, ok, o lula está na cadeia e seria a mesma coisa que chutar cachorro morto ficar falando dele mas é impossível ver essa crise sem pensar nas merdas que ele fez e nos reflexos que isso nos deixou e deixará até pelo menos uns anos 2023...

Há anos venho escrevendo sobre crise e sobre a grana nesse país e minha expectativa nunca foi das mais otimistas, você pode numa pesquisa bem rápida achar textos meus nos quais eu comentei que em 2018 ainda estaríamos em crise, eu só achei que seria durante o governo da dilma plastiquinha e não do cavernoso vagabs.

E é uma merda ter que conversar com as pessoas quando o assunto é basicamente sempre o mesmo: crise. Meus amigos estão ferrados, muitas pessoas estão fodidas e tudo carro normalmente, é impressionante que até mesmo durante a copa do mundo de 2018 (felizmente e mais uma vez o "baziu" perdeu), tudo ficou absurdamente normal, mesmo com a crise comendo todos como uma prato principal. Se um dia comeu pelas beiradas, esse dia já passou.

A crise está aí, atingindo o mercado imobiliário, o mercado automotivo, de serviços, das mais diversas áreas como educação, saúde, alimentação, informática, oh lord, onde essa merda vai para, se vai um dia?

Claro que num país de desigualdades como o nosso, uma parte sente a crise, outra vive e outra ainda, curte e muito estar na crise. Os bancos, por exemplo, estão cada vez mais ganhando dinheiro com seu spread bancário, numa receita que juro, gostaria muito de estar participando.

Empresto dinheiro, você não paga, o juro fica mais alto porque você não pagou, ai eu empresto dinheiro mais caro, você não paga aí o juro fica ainda mais alto porque você não pagou, ai eu empresto mais dinheiro, e você não paga, eu ganho cada vez mais e aumento ainda mais os juros... Nossa, ciclo vicioso nervoso que eu queria, mas não tenho como...

E depois chama de agiota os agiotas...  Nossa, nesse país, ladrão é bonzinho e bonzinho é ladrão... Ok, ok, na verdade, são tudo políticos mesmo!!!

Mas é isso aí, qual a sua sensação?

- acha que estamos em crise?
- acha que o pior já passou?
- acha que o pior está por vir?
- acha que tá cagando pra tudo pois tem grana a vontade?
- acha que o corintia vai ser campeão?

Enfim, o que tu acha?

#abraçodoLG

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Não é a toa que essa merda não vai pra frente...

O texto de hoje não está, assim dizendo, dos mais leves não. Até porque o "baziu" não é para amadores. E sim para os mais profissionais de todos. Vamos fazer assim, não há como negar e não há como mudar, tá bom. Aceite que é mais fácil, como dizia aquela que um dia foi o que não é mais, relaxa e goza! Né, @martinha!

Hoje começamos mais uma semana. Julho está indo embora, meus dois moleques motivos de minha alegria já estão mais velhos e a cada dia de vida deles que passa eu fico tentando prever e imaginar o que estamos deixando para eles. E eis que, ao passar a vista no "maior site de notícias desse estado", ai que medo, veja uma chamada na qual um dos candidatos, ou melhor, ainda pré-candidatos, um tal de Geraldo - já ensaia voltar com a contribuição sindical. Ou seja, os vagabonds dos sindicatos, que quase nunca fazem nada por seus trabalhadores e gastam boa parte do dindin com os seus e os petistas, que perderam uma boquinha, querem ganhar essa boquinha de qualquer jeito.

Eu confesso que estou até feliz pois já economizei um bom dindin com esse papo. Não paguei e jamais darei um centavo de boa vontade para esses sindicatos. Nunca. Eles não me representam.

E ai, continuo, o que mais teremos para poder escolher nessa "democracia" imbecil em que estamos inseridos?

Jair?
Marina?
Hulck? (esse não mais)
Rchlo?
Hvan?
Só falta o Sílvio de novo, #né?

Aliás, se o Chaves ou o Kiko do Chaves se candidatassem, eu votaria neles, afinal, se é para ser uma piada que pelo menos sejam eleitos humoristas bons e não esses manés que não sabem fazer piadas. Nem mesmo o Tiririca, que anunciou sua saída, vai sair mesmo. Manezão de manobra...

Esse anos as eleições serão ainda mais bizarras. Vai ter até candidato não candidato fazendo campanha da cadeia... E pior, é capaz de ganhar não ganhando...

Você que está lendo esse blog pela primeira vez, se caso for, pode até não compreender o que eu chamo de "democracia burra", mas em poucas palavras tentarei me explicar. "Democracia burra" ou "democracia brazilis" é a democracia que usa uma massa de manobra, pobre, burra e influenciável para se ganhar eleições. Somos 200 milhões de habitantes, mais de 100 milhões de eleitores, dos quais, por questões sociais são parte de uma maioria que não teve acesso a educação de qualidade, a saúde, a segurança... Assim sendo, eles aceitam qualquer proposta ainda mais com uma grande quantidade de assessores pagos com grana pública trabalhando nas "comunidades"...

Ou seja, temos o direito da escolha, mas a grande maioria, precisa escolher que melhor convém por outras questões que não a escolha propriamente dita. Haja vista que o voto não obrigatório nunca é nem sequer votado por esses políticos de merda que aí temos. Tem excessões? Não!

São todos farinha do mesmo saco. São todos muito parecidos. São todos assim mesmo!

Mudam as convicções mas, não muda o modus operandi.

É sempre da mesma forma. 1 candidato, diversos assessores dos mais variados, a maioria amigos de colegas de indicações - muitos tem o estudo básico e não sabe nem por onde a galinha faz xixi, e são esses mesmo que assessoram os carismáticos políticos que definem nossas vidas.

#né?

Aí temos bancadas das mais variadas:

- ruralistas: que proíbem orgânicos nos mercados;
- ambientalistas: que só lutam pelas árvores e florestas e essas porras;
- animalistas: que só sabem proibir bichos em circos, e que infestam a cidade de animais abandonados;
- evangélicos, católicos essas merdas: que só sabem proibir o uso de anticoncepcionais, camisinha e quem ainda por cima, proíbem o aborto;
- LGBT: que trabalham pelos direitos, aceitação social e outros de seus grupos sociais;
- Bancada da bala: aqueles que defendem o uso de armas;
- Bancada dos da família: ...

Enfim, a política no baziu, é assim mesmo, uma lixo.

Será que um dia vai mudar? Não, não vai mudar, o melhor mesmo para aqueles que podem é sumir desse país, vazar para qualquer outra nação... Abandonar esse barco. E que o último apague a luz, pode ser?

Se tu não gostou do meu texto e pelo menos chegou até aqui, saiba que essa é uma opinião minha e não desse blog, emboras eu seja um dos donos dele. Acredito que ele - esse blog - tem uma tendência de ser democrático, tanto é que eu e os demais que aqui escrevemos, nem sempre concordamos e estamos juntos, na parceria e na amizade até hoje.

Enfim, segue aí, do jeito que você puder/quiser/topar.

E baziuuuuuuuuu!

#eh_nóix
#abraçodoLG

terça-feira, 10 de julho de 2018

Veja bem... já era!!!

Bom, que eu "amo copa do mundo", todos os leitores do DLQ já sabem. Mas, prazer maior em ver o brasil ser desclassificado, não há. Foi lindo ver a humilhação do país que tem o melhor futebol do mundo... Saber que eles logo estariam em casa. Que os jogadores logo voltariam a rotina, que nós, brasileiros pudéssemos voltar a trabalhar de forma mais substancial.

Acabou!

Felizmente acabou. Mais uma vez se provou que uma seleção de um homem só não faz milagre. Apostaram novamente todas as fichas num jogador que se joga mais no chão do que joga bola. Incrivelmente, ainda assim, a mídia (o infeliz galvão e sua emissora) insistem em plantar no brasileira a falsa esperança de que esse cai-cai é o melhor do mundo e único responsável em trazer a felicidade de uma copa do mundo para cá.

Mais uma vez ficou claro que, se não houver um investimento no futebol brasileiro e não num retorno de mídia da vivo e outros patrocinadores, nada vai acontecer. Eu fiquei satisfeito, feliz, contente, alegre, enfim, tudo mais, só de ver que o jogo terminou em 2x1.

Torci e muito pelo brasil nesse dia pois sabia que minha torcida ajudaria esse timeco perder. Perdeu.

Perdeu essa "seleção" mas ganhamos nós que já voltamos ao ritmo normal. Hoje a tarde, por exemplo, teremos expediente normal e eu não terei que pagar essas horas malditas da copa do mundo. Ganhamos nós que, de alguma forma, não precisaremos arcar com o prêmio pago para os "atletas" que ganhariam a copa. Perderam.

Mais uma vez, tivemos a resposta de que, sem que se de a chance da piazada desse país correr atrás de seus sonhos, nada vai acontecer. Neymar e os demais estão com suas vidas ganhas para as próximas 3 gerações... Eles nem precisam mais jogar, não se esforçam, não tem garra, não tem amor pela causa. Apenas ganham seu dinheiro, namoram atrizes famosas e assim vai...

Ótimo que perdemos mais essa copa. Daqui 4 anos, se tudo der certo, teremos ainda Neymar como o salvador da pátria e mais uma vez, perderemos, assim desejo, torço...

#abraçodoLG

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Desafio - Mas dessa vez é comigo mesmo!

Sabe, esses tempos atrás eu, que já passei dos 40 anos, comecei a sentir uma dorzinha chata no joelho esquerdo. Essa dorzinha incomodou tanto que logo eu estava numa clinica de fisioterapia. Claro, que com uma profissional top, tudo ficou zeradinho. Cris, obrigado!

Mas a Cris, além de ajudar o joelho ficar novo em folha, está agora participando de mais um projeto, que ambos intitulamos como "desafio", mas que na verdade é mais uma forma de buscar apoio para que juntos possamos conseguir algo. Sim, e tem a ver com o que o abandono do vício de fumar me proporcionou no final do ano passado, um ganho de aproximadamente 10 kg. Facinho assim, engordei...

Pois bem, o "desafio" começou ontem, dia 1º. Iniciei o processo com 87,2kg, medidos pelado, em jejum. Vamos ver o que vai dar.

Precisamos perder 5kg de forma saudável até o dia 10 de setembro. Porque 10 de setembro? Ah, sei lá, mas é um bom desafio, #né mesmo?

Eu já comecei meus planos:

- não cortarei nada de minha dieta diária;
- não deixarei de tomar minha cerveja de vez em quando;
- não usarei extremismos de qualquer tipo;
- vou continuar vivendo de boa mas, e agora sim, vou me exercitar e fazer um uso racional da comida que como.

E vou sim, chegar ao fim do prazo, com a sensação e a certeza de ter conseguido.

Duvida?

Participa junto então, duvido que você também não consiga...

#eh_nóix Cris, vamos mandar bala, heim!!!

#abraçodoLG