quarta-feira, 25 de julho de 2018

Talvez esteja pior e ainda nem percebemos...

Veja bem, o texto a seguir não está baseado em verdades, nem em estatísticas do governo (oficiais), nem mesmo em numero consistentes. É um texto produzido com base na vivência do dia a dia. A verdade é que, a cada ida no mercado ou a cada boleto que chega, fica muito perceptível que estamos na crise e ela parece estar aumentando ao invés de estar estabilizando.

Eu converso com várias pessoas durante os dias que se passam e a percepção das pessoas está cada vez mais focada nisso, afinal de contas, todos estão sentindo muito essa questão da crise. Não tem muito o que fazer, pois o governo que poderia se preocupar, está cagando para isso. Os brasileiros, agora que estão se importando com isso, então, não há muito o que fazer, não é mesmo?!

A marolinha do lula, ainda está por aqui... Ok, ok, o lula está na cadeia e seria a mesma coisa que chutar cachorro morto ficar falando dele mas é impossível ver essa crise sem pensar nas merdas que ele fez e nos reflexos que isso nos deixou e deixará até pelo menos uns anos 2023...

Há anos venho escrevendo sobre crise e sobre a grana nesse país e minha expectativa nunca foi das mais otimistas, você pode numa pesquisa bem rápida achar textos meus nos quais eu comentei que em 2018 ainda estaríamos em crise, eu só achei que seria durante o governo da dilma plastiquinha e não do cavernoso vagabs.

E é uma merda ter que conversar com as pessoas quando o assunto é basicamente sempre o mesmo: crise. Meus amigos estão ferrados, muitas pessoas estão fodidas e tudo carro normalmente, é impressionante que até mesmo durante a copa do mundo de 2018 (felizmente e mais uma vez o "baziu" perdeu), tudo ficou absurdamente normal, mesmo com a crise comendo todos como uma prato principal. Se um dia comeu pelas beiradas, esse dia já passou.

A crise está aí, atingindo o mercado imobiliário, o mercado automotivo, de serviços, das mais diversas áreas como educação, saúde, alimentação, informática, oh lord, onde essa merda vai para, se vai um dia?

Claro que num país de desigualdades como o nosso, uma parte sente a crise, outra vive e outra ainda, curte e muito estar na crise. Os bancos, por exemplo, estão cada vez mais ganhando dinheiro com seu spread bancário, numa receita que juro, gostaria muito de estar participando.

Empresto dinheiro, você não paga, o juro fica mais alto porque você não pagou, ai eu empresto dinheiro mais caro, você não paga aí o juro fica ainda mais alto porque você não pagou, ai eu empresto mais dinheiro, e você não paga, eu ganho cada vez mais e aumento ainda mais os juros... Nossa, ciclo vicioso nervoso que eu queria, mas não tenho como...

E depois chama de agiota os agiotas...  Nossa, nesse país, ladrão é bonzinho e bonzinho é ladrão... Ok, ok, na verdade, são tudo políticos mesmo!!!

Mas é isso aí, qual a sua sensação?

- acha que estamos em crise?
- acha que o pior já passou?
- acha que o pior está por vir?
- acha que tá cagando pra tudo pois tem grana a vontade?
- acha que o corintia vai ser campeão?

Enfim, o que tu acha?

#abraçodoLG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!