segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Aquele do "eles pensam que podem tudo, mas..."

Um dia, na vida, eu ouvi uma música de um artista que ainda gosto muito, um tal Gabriel O Pensador. E nessa música, em determinado momento, ele cita a seguinte frase:

"Quem devia lucrar só é prejudicado
Assim cês vão criar uma geração de revoltados
Tá tudo errado e eu já tou de saco cheio"

Transcrição retirada do site www.vagalume.com.br - por praticidade

Esse é um trecho do final da música Estudo Errado, de autoria do Gabriel O Pensador. Talvez solto assim não dê para se ter uma ideia maior mas no contexto geral, ele trata de educação, relação escola vs professor vs alunos.

Muito mudou desde que ele gravou essa música. Principalmente na questão dos alunos. Hoje, temos uma geração que tem por condição existencial não saber lidar muito bem como o NÃO. Sabe como é né, na vida, as vezes e muitas vezes, ouviremos um NÃO. E não apenas porque querem nos dizer não, mas pelo motivo de que nem tudo é possível fazer nessa vida. Eu mesmo, estou pensando em trocar o nome do site de www.dlq.com.br para www.elq.com.br - ou seja, ele ficaria Espaço Leite Quente, pois de diário, quase não tem mais nada.

Mas isso talvez não seja possível, afinal de contas eu tenho que comprar outro domínio, migrar o nome e praticamente teria que mudar tudo. Dessa forma, melhor deixar do jeito que está.

Bom, mas tente dizer não para essa geração...

Eu estava lembrando há pouco que, certa vez fui trabalhar numa empresa que era o lugar onde quase todo mundo queria trabalhar. Bom salários, melhores benefícios, possibilidade de engordar o salário com bonificações por produtividade e qualidade de atendimento, enfim, essas coisas. E em dado momento do processo seletivo, tivemos uma reunião na qual foram apresentadas algumas condições para que pudéssemos realmente ter esses ganhos "extras" e no auditório, umas 35 pessoas, uma delas se destacou por, a todo instante, interromper o pessoa para questionar os "NÃOS" que estávamos ouvindo.

Eles não eram "NÃOS" limitantes mas sim, nãos operacionais. Pois, a cada não, era exposto um SIM, mas ela, já pertencente a geração " ___ " não conseguia entender porque as coisas não eram da forma como ela, e absolutamente ela, queria. Ou seja, um grande problema em receber um não como resposta.

Veja, acredito mesmo que estamos criando uma nova geração totalmente despreparada para o mundo lá fora, pois eles não conseguem mais aceitar que não é tudo que podem e que irão fazer. Tudo tem limites, e infelizmente, esses limites podem não ser do nosso gosto, mas ainda assim, eles existirão.

Eu também, queria poder fazer diversas coisas as quais, as vezes o "bolso" não deixa, as vezes a "sociedade" não deixa e em outras tantas vezes, apenas não posso.

E tenho que aceitar e aprender que nem tudo é possível...

#segue_barco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!