quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Aquele do "mais uma vez, o filho abandonado..."

Pois é, sou mesmo um pai relapso. Talvez o exemplo de pai da pior estirpe, afinal de contas, eu abandono um dos meus 3 filhos com uma frequência muito grande. Mas hoje, resolvi dar um pouco de atenção a esse 3º filho. Sim, ao som de BOB Marley e apenas com o efeito do café e sua cafeína, vamos lá pois segue o barco.

E hoje a pauta deve ser um pouco pesada, mas não para mim. Será pesada para aqueles que por ventura ainda acreditam e dependem de qualquer religião, seja qualquer uma. Sério, mudam os nomes mas as práticas sempre são as mesmas. Discorda? Problema seu, e respeito e defendo até a morte seu direito de discordar, mas eu, não tenho obrigação de concordar com você...

A ultima novidade é a igreja mórmon, sim, eles não gostam de serem chamados assim, mas eu também não gosto de ser chamado irmão gaertner e sempre tem que me chama, tapa trocado não dói, né-mesmo?

Bom, os mórmons são um amontoado de gentes que se reúnem em lugares que eles autointitulam capelas, as quais são sempre muito belas e ostentosas. Coisa de loco, sempre com muito ar-condicionado, capetes, sempre bem pitadas, coisas lindas. Num outro estilo que não o mesmo da católica, as igrejas mórnons estão se espalhando pelo mundo como a dengue no Paraná, e acho que matando muito mais do que a dengue.

Pois bem, para quem não sabe, os mórnons se organizam hierarquicamente com uma estrutura muito parecida com a militar norte-americana, mesclada com a capitalista também norte-americana. Eles se chamam por sobrenome, as mulheres são apenas para a procriação (tem cargos inferiores sempre - cozinha, lavanderia e bem-estar), e também um exército de homens que saem a caça de mais membros, os chamados missionários. Se um homem quer ser missionário ele tem duas opções, e for rico, vai desfrutar de 2 anos em países top, se for pobre, nem vou comentar.

Sim, esse jornalista aqui foi mórmon, até os 18 anos! Eu vivi essa igreja...

Hoje, já solicitei que meus registros sejam retirados dessa merda!

Sim, mas a pauta de hoje é a seguinte:

100 BILHÕES DE DÓLARES

Sim, senhores, esse é o montante acumulado por essa religião "sem pagar qualquer imposto" para a segunda vinda de cristo. Esse cristo é usado até hoje para enganar as pessoas, como podem acreditar nessa merda toda, sério?

Mas enfim, a igreja mórmon pede 10% e ainda, alguns tipos de oferta: oferta de jejum, oferta missionária, oferta isso, oferta aqui... E olha, na época que eu frequentava, era muito mais comum ver pessoas pobres dando grana pra caralho do que os líderes com seus carros e seus postos pagando. Como eu sei, eu fui responsável uma época em abrir os envelopes.. Juro que nunca peguei nada, mas hoje, já descobri que ladrão que rouba ladrão, tem 100 anos de perdão...

Veja bem, 100 bilhões de dólares acumulados, sem pagar nenhum imposto, sendo investido em shoppings, complexos imobiliários e claro, nas orgias mórmons que dizem rolar em UTAH?

Está na hora da lei mudar. Se todos somos iguais perante a lei, porque uma igreja, seja ela qual for, não precisa pagar imposto? 100 bilhões daria uma bolada de imposto, heim...

Mas enfim, né...

Se você conhecer algum mórmon, pergunte a ele sobre esse montante e comente a resposta, vai ser uma uma desculpa muito boa para rir, quase um stand up mórmon...

Eu já ouvi 3: que isso é mentira - sempre acusam a igreja, que a igreja usa essa grana para ajudar refugiados e pessoas que precisam (mentira), e que esse dinheiro é investido na Cruz Vermelha (sério, essa foi a história mais idiota que eu ouvi)...

Enfim, né!!!

#mentiramórmon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!