domingo, 9 de agosto de 2020

Aquele do "Comparando com Bolsonaro, Dilma era a CDF da turma..."

 Vou começar bem de leve, são 1h11 da manhã, estou sem sono e querendo que tudo passe mas, sabendo que enquanto tivermos um megalomaníaco no governo e um petista criminoso tendo suas condenações retiradas no tapetão para ser candidato quando o Bolsinha cair (e vai cair), realmente tenho uma tendência a achar que nem a covid-19 vai passar nem o brasil vai melhorar.

Você, nobre leitor, lembra da dilma roussef? Certa vez, ela soltou uma frase que na época fez pouco ou quase nenhum sentido mas que agora, anos depois, caiu como uma luva para o bolsonaro. A frase era algo mais ou menos assim:

"Não vamos impor uma meta, quando chegarmos na meta, a gente dobra a meta..."

Hilário isso, não é mesmo? Engraçado, hilário, tudo mais. Porém, são 100 mil mortos já. E para o bolsonaro, eu não sei se 100 mil já é a meta, e isso me deixa com medo pois ele vai acabar dobrando a meta ou então se não atingimos a meta, como será, a hora que atingirmos e ainda tivermos que dobrar essa meta?

Gente, morreram mais de 100 mil pessoas no brasil apenas de covid-19. Mais de 100 mil pessoas.

O país tem hoje algo em torno de 3.3 milhões, isso mesmo, 3 milhões e 300 mil infectados. É mais que 1% da população do brasil e 1,5 vezes a população de curitiba.

E o presidente, se é que podemos chamar um cara como esse de presidente, dá de ombros e faz de contas que nada está acontecendo, incentiva as pessoas a não usarem máscaras, através de seus órgãos públicos proíbe a venda de um medicamento que mostrou-se eficaz na prevenção, ou seja ele está cagando e andando (deve estar mesmo, depois da facada, vai saber)... 

Isso não é normal, nem o Lula com sua marolinha em 2008/2009 foi tão inconsequente, ou leniente...

A frase da dilma se mescla com esse governo extremamente incompetente e assim, se mostra e fica claro a incapacidade do brasileiro escolher qualquer representante seu. Só escolhe o que não deveria e por ai vai.

100 mil pessoas.

Coloca na conta dos seguintes:

- bolsonaro

- petistas (os anticloroquina)

- globo

- consórcio de informação criado no brasil (só tem peixe grande)

Esses aí são os maiores culpados pelos mais de 100 mil mortos, e podem até tentar defendê-los, mas a culpa sempre será deles... sim senhores... Sempre...

#abraçodolg

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!