segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Aquele do "Nossa..."

 Tem dias que vou contar, a coisa parece que não vai. Mas hoje não foi um desses dias não, hoje foi um daqueles em que tudo que precisava acontecer, aconteceu. Tanto é que mesmo no final desse dia, estou escrevendo para o DLQ. Sabe, existem certas lógicas que não consigo compreender e nem tento mais. Tipo assim, porque é que o manifesto comunista tem que ser lido ainda hoje? Venha de argumento, aliás, só pense nisso se por algum motivo você leu esse manifesto, caso contrário, leia ele.

Ou então, porque uma autoescola hoje ensina um procedimento chamado meia-embreagem sendo que para viver e sobreviver no trânsito precisamos de qualquer outra coisa que não uma meia-embreagem? Afinal, muito gente e cada vez mais estão preferindo os automáticos. Mas, minha indignação não para por ai, me conta alguém porque as carolas vão à igreja e depois saem falando mal da saia da moça, que estava 1 dedo acima do joelho? Será que olhar para o próprio rabo é tão difícil assim?

Claro que eu tenho os meus defeitos, não são poucos, mas com o passar dos dias estou conseguindo olhar para os meus defeitos e assim, tento não olhar para os seus, e tenho uma tendência muito grande a respeitar todos e me respeitar menos. Infelizmente é assim. Pois, depois que descobri que hipócritas são os que dizem verde para agradar mas preferem e usam o amarelo...

Enfim, eu não sou um hipócrita ou pelo menos tento não ser um deles. E ainda mais, tento por toda a vida não ficar perto de hipócritas, eles me fazem mal apenas por existir. 

Assim, me afasto de colegas de trabalho, de amigos... E acabo muitas vezes ficando próximo da solidão por não conseguir falar ou fazer coisas apenas para agradar alguém. Não consigo mesmo. E já tentei sorrir amarelo, mas não consigo, já tentei engolir seco, mas não consigo, é ruim ter essa característica de tentar ser honesto com tudo e com todos.

Ainda tento ensinar meus filhos a serem assim, ou seja, além de ter feito merda comigo mesmo, ainda estou fazendo com eles... Com os dois... 

Enfim, se tu é um hipócrita, me perdoe, talvez eu não consiga falar com você.. Mas se tu não é um deles, talvez a gente nem se conheça até porque, não acontece muito isso.

Pra fechar, vamos fazer o seguinte: vamos tentar ser o melhor que pudermos, para nós mesmos. Não rola essa história linda de querer ser bom pra tudo mundo, não dá, é chato demais... Chato demais...

Um grande abraço!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!