sábado, 8 de agosto de 2020

Aquele do "novo normal é o cacete!!!"

 Temos no Brasil um canal de televisão que é sempre muito criticado por diversas pessoas mas que até hoje tem um força tamanha a ponto de criar idiotices como a mais fresquinha: "novo normal". Bom, vivemos num país democrático, temos o direito de escolher em que acreditar - desde que seja bolsa ou mortadela - mas brincadeiras a parte, podemos escolher. 

Essa emissora agora criou e está fazendo todos que assistem a ela acreditar que existe sim um "novo normal". Que a vida não será igual depois da covid-19, aliás, a covid-19 nunca deixará de existir, nós é que seremos vacinados, enfim, que a vida não será igual, nunca será mesmo. Ainda mais para os parentes das quase mais de 100 mil vitimas desse vírus. Então, que isso sirva para que eu, você ou todo mundo, nunca mais nos permitamos sermos normais.

O que é ser normal? 

Eu não sei, até porque eu não sou normal então, pense...

Se o normal até aqui não fez nada de muito positivo, então, deixemos a normalidade de lado e vamos ser um pouco mais anormais, por favor.

Vamos desligar a globo, vamos desligar o facebook, vamos para o portão de casa, com máscara mesmo, olhar o movimento, dar um tchau com a mão para o vizinho, para a vizinha gata, ou para aquele saradão que faz uma flexão... Para o senhorzinho que sempre diz bom dia ou para o vizinho que tu nunca falou mas que, de repente, pode ser uma boa hora de dizer: olá! como vai?

As ferramentas modernas, twitter, whatsapp, facebook, instagram, google vieram para facilitar sua vida, mas não deixe que elas te dominem. Nem tudo que há nessas redes é algo positivo. E se você observar, ela aproxima muito digitalmente, mas afasta e muito, pessoalmente as pessoas.

Novo normal? Novo normal é o cacete. Isso é um produto que uma emissora quer criar, talvez vender camisetas, essas coisas. Não caia nessa, por favor.

Que seja um novo, mas que não tenha nada, absolutamente nada de normal!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!