domingo, 20 de dezembro de 2020

Aquele do "Então é natal, e o que você fez..."

 A questão básica é: quem nunca, em algum momento de sua vida, não foi obrigado a ouvir um trecho sequer da grande Simone na sua diminuta obra de musicas natalinas. Mais bizarro ainda quando chega a hora da Hiroshima, Nagasaki, que respectivamente ocorreram em 6 e 9 de agosto, tipo, tudo relacionado a natal. 

Mas ok, você já ouviu a Simone, já deve ter usado boa parte do seu 13° salário para comprar bons presentes para sua sogra, seu sogro, aquele cunhado barrigudo que sempre te pede um din-din emprestado, ah sim, o tiozão que vai fazer aquela brincadeira super legal, sim, é pavê ou pá comê? Ah, as vezes o natal até fica mais divertido com alguns bêbados discutindo, querendo arrumar a vida dos outros mas sem sequer pagar um boleto, né?

Bom, 2020 o natal promete ser ainda mais diferente dos últimos tantos que tive. Sim, menos clima de festa, menos abraços... Bastante medo do que vem por ai. Serão reuniões familiares de pessoas próximas que terei contato depois e ficarei com aquele medo quinzenal de também pegar a Covid. Sim, me desculpe, mas depois desse final de ano com as pessoas cagando para os cuidados de higiene pessoal e proteção, será apenas para que possamos chegar aos 200 mil mortos e não duvido que consigamos isso ainda em 2020.

Se eu pudesse, se desse tempo hábil, eu pediria ao papai noel, vélho gordo de guerra, que por favor não trouxesse presentes para todos aqueles que não estão fazendo o distanciamento social, não estão se cuidando e não estão dando a mínima aos outros, não apenas a si mesmo.

Diz-se das pessoas que pensam mais em si e menos nos outros: IDIOTA

ID de identidade, de individual, por isso, idiota é uma palavra que descreve um membro, até mesmo de nossa família - quem sabe, que se habilita a passar o natal em família em ano de pandemia. Sim, será a disseminação mais descontrolada desse vírus.

Estamos com as UTI lotadas, não há mais espaço para tentar salvar mais gente. Não há!

O vírus, que não tem vida, só pode passar de um corpo para o outro, ou melhor, é mais fácil para ele buscar um organismo sadio, se houver um contato mais close (próximo). Sim, um abraço, beijo no rosto, aperto de mão e dedo no olho depois... sim, beijos na boa, abraços cordiais entre cunhados, tudo isso é Close.. tudo isso é transmissão de Covid, se contar, o possível uso de talheres coletivos, nossa, vai ser o desbunde... vou adorar assistir isso em janeiro.

A minha previsão, claro, não diz respeito apenas aos outros, aos demais, eu estou com medo pois tenho minhas questões aqui, que não entrarei em contato, mas que tem um gigante potencial de transmissão, que espero estar muito errado e que nada aconteça, mas, faz parte!

Veja, esse talvez seja o ultimo texto do ano. 2020 não foi o melhor ano do DLQ, estou tentando escrever mais, mas as pautas sempre são cobertas pela grande mídia de esquerda, os famosos puxas-sacos da galerinha de esquerda, a que chama impeachment de golpe mas que aceita ficar detonando o trabalho dos que foram eleitos pelo povo.

Hoje, 20 de dezembro, quando escrevo esse, o número de mortos divulgados é do dia 19/12, e é de 186,356 mortos. Ou seja, a média de mortes diárias é de 768, nos ultimos dias, então, temos mais 7 mil pelo menos. Chegaremos então a 193 mil até dia 30, quer dizer isso se não piorar tudo como eu estou prevendo que vai acontecer.

Bom, feliz papi noel para todos. Feliz 2021 para todos!

Aliás, que pelos menos os menos ruins possam sobreviver a isso tudo!

#abraço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!