domingo, 13 de dezembro de 2020

Aquele do "eu me envergonho, eu tenho vergonha alheia, eu nego que sou Brasileiro, sério!!!"

 Ah, não tem como, ok? Está ficando cada vez mais difícil. Está ficando muito mais impressionante do que eu poderia imaginar quando eu tinha uns 8 anos. Veja bem, estou em isolamento social ocasionado pela horda petista desse país medíocre. Num domingo sem sol para me torrar. Uma costela de 5,5kg me espera, e estou assistindo ao "Domingo Legal", de propósito pois sei que sempre há alguma bizarrice para ver, ouvir e criticar. Além do que, eu adoro ver aqueles "tr..." que ganham 80 e tantos mil do dono da Havan mas que não sabem responder questões... Esses dias teve uma que eu não consigo mais lembrar, mas a tiazinha errou uma feia, eu ri umas 3 ou 4 horas seguidas.

Mas hoje, a coisa foi assim: uma tal de Deise, está no Domingo Legal para cantar, pois ela ficou famosa, e a qualidade vocal é inquestionável, não percam a oportunidade quando tiverem ela.

O que me chamou atenção, num país em que os músicos ficam famosos por cada motivo bizonho, enfim, sem méritos de questão, essa moça ficou famosa por despencar, escada abaixo porque estava tão bêbada, mas tão bêbada que se não fosse o vídeo que viralizou, talvez ela nem lembrasse. Filha da puta da amiga que gravou, eu realmente não chamaria mais de amiga. Ouvir ela falar que "Deus quis que ela não se machucasse fez isso como um propósito para ela", me deixa ainda mais estupefato. Tanta gente muito mais fudida e, deus para para trazer motivos para ela.

Bom, melhor não seguir mais escrevendo sobre isso pois o desânimo é muito grande. Nessas horas eu lembro da responsabilidade que é ter filho, gostaria de privar eles desse tipo de bizonhice, pois é muito, mas muita horrível essas coisas. Chamar isso de artista deve ser ainda mais injusto com aqueles que tentam desde sempre.

Se os que participam de reality show já é algo bizonho, imagine essa tia aí que caiu de bêbada. De bêbada!

O que fica pra galera? É algo meio Felipe Neto, tipo, beba, fique bebaço, caia de bêbado mas peça para uma amiga filmar, ou seja, é assim que o Brasileiro no futuro vai ser "famoso". A única coisa que me deixa feliz é que, assim como aquela que era aquele e foi aquela, esse sucesso dura 2, 3 semanas, e depois, é só participação nesses programinhas de domingo a tarde  que hoje em dia, acho que só eu assisto.

Já foram tantos cantores de 1/2 música que já nem ligo mais para isso, ainda bem!!!

Um feliz domingo a todos, se quiserem ser famosos, fica a dica: álcool (quanto mais barato melhor) + escada + amiga fia da putz... Sucesso certo!

#fui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!