quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Aquele do "Não, repito, não adote um PET...Por favor, não adote!"

 É sério, leitores. Eu preciso pedir isso a todos aqueles que, por algum motivo não tem a certeza de que isso é o que quer fazer. Ou seja, pensa 3 vezes antes de adotar, se nas três vezes a resposta for sim, aí tudo bem, adota e seja feliz com seu PET. Seja ele um gato, um cachorro, um rato, um passarinho... até porco já tem, não é mesmo? Mas, de 3 repetições, você responder não a uma delas, então, 66% você quer um PET e se responder não a 2 delas, apenas 33% de certeza você terá!

Porque eu estou te pedindo isso?

Ora, nobres, meu pedido é tão nobre quanto sua decisão pode ser de não adotar um PET. Vamos começar abordando de uma ótica apenas minha e repito, muito apenas minha. Pois, desde que sou criança, sei dos problemas que se tornam de tempos em tempos os animais abandonados. Sim, eles são criados por um tempo por uma família feliz, tipo aquelas das propagandas de margarina, mas todo PET cresce e todo PET cria seus próprios movimentos instintivos. O dog da minha mãe, por exemplo, é um querido, mas ele faz xixi pela casa toda. Onde ele para ele deixa uma poça de mijo.

Mas voltando ao enredo, então, o PET chega na casa e é só alegrias, ele obedece ao dono, come, você leva ele para passear, fazer pipi e coco, essas coisas. Ele se acostuma no lugar e inclusive responde ao nome que você começa a chamar ele, não por inteligência, mas por instinto. Lembre-se que, naturalmente, ele foi programado para viver na natureza, quando muito, em bandos. Não podemos tapar esse sol com uma peneira furada, afinal de contas, domesticar um animal significa retirá-lo de seu habitat natural (mesmo ele não tendo consciência e muito menos ter pedido isso) e levar ele para conviver com uma outra espécie - você.

Nesse processo, hoje muito menos problemático, pois já nascem em canis e criadores, eles se adaptam muito bem à ração prontinha com cheirinho de peixe, frango ou boi. Aliás, após comerem ração começaram a sofrer de doenças modernas PET, mas isso fica para um outro dia.

Então, hoje vi uma matéria de um jornal que tinha o vídeo de um motorista ou Tutor que abandonou o cachorrinho. Ah, eu até sinto pena, mas no brasil se nem goleiro assassino fica muito tempo preso ou então, mata-se o pai e mãe e sai nos natais, como então punir alguém que deveria ter feito essa pergunta 3 vezes e após 3 respostas decidisse?

Ter PET é lindo, fofo, mas custa uma puta grana, de veterinário, Petshop, alguns com banho e tosa, ração especial não sei do que...,Ahhhhh

Não adote, a não ser que tenha realmente saco para isso.

Eu não tenho mais!

#abraçoLG

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Aquele do "Ontem era, hoje não é mais!!!"

 Olá... Visse, ontem o texto era da retrospectiva, hoje não é mais. Hoje já estamos em 2021, a pandemia não acabou e eu desejo que todos aqueles que não cumpriram o isolamento social, que postaram fotinhos em redes sociais em aglomerações e encontros sociais, paguem o preço da infecção pela covid, e se possível com a vida! Sorry, não sou hipócrita e minha hipocrisia vai ficar ainda menor.

Então, vamos lá:

- que nesse ano novo, você possa ser mais sincero e menos babaca, que use menos plástico e que seja mais consciente em seu consumo;

- que você, caso for, deixe de chamar feijão com tofu e essas merdas vegetariveganas de feijoada vegetariana/vegana;

- que você, cuide de sua saúde e cuide da saúde do seu próximo, sim, não visite pais, parentes ou qualquer pessoa que possa morrer com covid, se você for babaca o suficiente de não conseguir ficar isolado nesse tempo;

- que você, possa ajudar seu próximo sem esperar nada em troca, tá, nem sempre podemos fazer isso;

- e finalmente, se você quiser ser o que é, assuma e não crie caso, você tem todo o direito de ser o que você quiser.

Se você morar em Curitiba, não esqueça que nessa cidade babaca, um punhado de bichinho de estimação vale muito mais do que a população. Por isso, se proíbe fogos de artifício em benefício de uns cachorrinhos de madame ao bem estar coletivo. Essa lei, felizmente teve quem descumpriu, pena que o show foi pequeno, mas ainda foi!

Espero que 2021 seja um ano das pessoas e não das minorias. Quero ver nossos político lutarem por todos e não pelos pequenos grupos, sejam eles raciais, religiosos, genéricos e afins. Afinal, não me importa qual sua cor, sua religião ou seu gênero, me importa que você pague seu imposto, que você tenha seu trabalho e que, numa eventual disputa por um emprego (hoje estou desempregado), você seja considerado meu igual e não alguém que merece mais do que eu. Sim, eu estudei, eu tive que começar do zero.

Que nesse ano de 2021, o mundo possa começar, lentamente, a ser melhor para todos. Afinal de contas, apenas no Brasil são quase 200 mil mortos, dentre os quais, muitos escolheram e para esses, foi bem feito. Os que não escolheram, lamento muito, mas acontece.

Eu, em 2021 continuarei sendo esse LG que alguns conhecem:

- sim, uso o carro;

- sim, evito comprar e usar plásticos, prefiro vidro, alumínio, qualquer coisa reciclável, reutilizável;

- sim, sou ATEU e ninguém a não ser deus em pessoa me convenceria do contrário;

- sim, sou contra cotas, sou contra o politicamente correto, piada para mim, tem que ser livre de amarras;

- sim, acho bullyng uma das idiotices modernas, eu fui vítima de bullyng e isso foi muito positivo para mim;

- sim, sou contra religiões em geral, mas sou mais contra os mórmons;

Enfim, 2021 pelo visto será muito, mas muito intenso mesmo!

Vivamos para ver, ou, se não der, por favor, lembrem minha família que quero ser cremado sem doar qualquer órgão meu, afinal, difícil saber se quem receberia merece mesmo, né?

#abraçoLG