domingo, 1 de agosto de 2021

Aquele do "Os causos contam..." - Edição 4 mãos!

Os textos criados por último no DLQ tem sido um exercício pois estou buscando escrever sobre qualquer coisa que não seja política, lula porco, bolsonaro viado ou qualquer coisa ligada a política. E tenho ficado satisfeito com meus textos.

Hoje, apresento aos leitores do DLQ, o primeiro texto, pequeno, escrito à quatro mãos. Sim, pela primeira vez nesse novo estilo, apresento um texto feito de forma colaborativa. Toda e qualquer semelhança com situações reais é apenas uma coincidência e nem foi o objetivo.

Segue:

QUEM PRESTA?

Mas afinal de contas, o que é prestar ou não prestar? Homens não prestam! Mulheres não prestam! Será mesmo? 

 

Vou começar por um grande amigo: ele presta! Ele trabalha, ele cozinha, ele abre a porta do carro. Ele lava, ele passa, ele sabe o que fazer para deixar uma mulher louca! Ele não presta? Talvez não, porque ele oferece demais, o que você acha? 


Eu acho que homens e mulheres prestam sim!

Só que temos que aprender a diferenciar. Homem é diferente de muleque, mulher é diferente de guria!

É muito fácil se envolver com alguém sem maturidade nenhuma e ao final, rotular como um todo, por exemplo, se envolver com um cara, que te machuque, e ao final você pegar toda essa dor, e em uma tentativa de amenizá-la você internalizar a ideia e ficar com a visão de que

"Homem não presta, não dá pra confiar"

Na verdade, independente de ser um cara ou uma guria, a falta de compromisso consigo mesmo e com o outro é o que mais dói. É o que mais machuca.

É como esse grande amigo meu sempre faz: se é para se entregar, ele vai com a certeza! A certeza do que quer! Me espelho nisso, se é para gostar, que goste. Se é para querer, que queira. Se não, cai fora e seja feliz!


Ps. Este texto foi escrito à 4 mãos. Por mim e por @text_ualizei


2 comentários:

Desabafe!