quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

Vamos de? --> "Fique em casa, a economia a gente vê depois..."

 Então, garanto que pelo menos uma vez você ouviu essa frase ou então, talvez tenha sido uma das pessoas que propagou essa frase. Pois é, já que o tema do texto é uma frase vou usar outra frase que realmente não sei a autoria mas que gosto bastante pelo peso respeitoso que tem: "posso até não concordar com sua opinião, mas defenderei até a morte o direito de você tê-la!"

Mas, diferente de apenas respeitar e defender seu direito, eu acho mais que justo que seja feita a responsibilização quando caso for. Vamos lá, se em sua opinião, supondo, ok? Mas digamos que um dia você acorde e decida que desse dia em diante, vai andar de moto sem capacete e vai sair apregoando que pilotar moto sem capacete é legal, é cool, é massa! Que a lei se exploda.

Claro que aí, não é só opinião, mas de qualquer forma torcerei noite e dia que você seja pego pela polícia, pague a multa que tem que pagar e até perca o direito de dirigir se caso for. Ou seja, se você quer falar algo, assuma.

Vamos há alguns fatos que são relevantes. A OMS - Organização Mundial da Saúde - que leia-se aqui, não é a dona da verdade mas tenta ser, declarou, ainda no início da pandemia enquanto todos agiam feito baratas tontas que o isolamento social deveria ser utilizado com cautela e que ele não era a forma ideal de lidar com a pandemia. Claro, ela não foi ouvida.

Prefeitos e governadores baixaram decretos atrás de decretos proibindo as pessoas de saírem, de trabalharem, de viverem. Ok, era para preservar o SUS, mas, e todos aqueles que precisavam das pessoas nas ruas? E todos os empregos que deixaram de existir? Não me venha dizer que o governo federal é o culpado pois ele inclusive era contra o isolacionismo, mas foi voto vencido. Fomos sumariamente proibidos de sair.

Especialistas sérios, que não dão entrevistas nos canais lulopetistas, explicam que o número de mortes, acompanhado e motitorado pelos zé-covinhas e maria-covinhas, seriam muito semelhantes se pudéssemos ter vivido. Mantendo empregos e a economia mais estável, então porque fizeram o que fizeram?

As explicações, por observação eu até tenho, mas não vou dizer aqui. O que eu gostaria é que os responsáveis começassem a assumir suas responsabilidades. Mais de 14 milhões de pessoas estão sem emprego, mesmo com o maior programa de ajuda do governo como nunca antes visto, ainda assim, estamos economicamente ferrados.

Os responsáveis por essa abordagem destruidora precisarão pagar, cedo ou tarde.

"Fique em casa, a economia a gente vê depois", será o slogam de punição dos responsáveis, a história trará essa punição, eu estarei vivo para ver!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!