domingo, 5 de dezembro de 2021

Vamos de? --> Tudo se ajeita, não há o que faça...

 Pois então, né é que tudo vai se ajeitando? Ontem, me perguntaram o que eu achava sobre essa nova cepa do vírus, que agora ganhou um nome ao invés de números e letras como a anterior. Eu apelidei carinhosamente esse novo vírus de B1 e B2, assim como os antigos personagens de um desenho animado chamado Bananas de Pijamas. Esses últimos, claro, jamais voltaram a existir até porque hoje em dia, bananas com pijamas seria um ultrage - tanto para as bananas, quanto aos pijamas e pior ainda para as crianças que possivelmente assistiriam.

Mas, a respeito do questionamento que me foi feito, eu realmente improvisei uma resposta. Há tempos tento não ouvir informações sobre veículos de comunicação e agências de estado, como exemplo. Não que eles não tenham um papel importante apenas não me satisfaço com o que eles dizem. A Omicron, que assim seja seu nome, ao que tudo indica, é altamente transmissível e letalmente insignificante. Um médio que não citarei o nome por não ter autorização expressa, em uma postagem em sua rede social, chegou a definir o(a)(X) Omicron como um virus vacinante. Ou seja, ele chega, e por sua característica de mutação, acaba por imunizar a população.

Finalmente, respondi ao questionador: não sei. Acredito que vão tentar fechar tudo novamente, teremos hospitais lotados e talvez um mundo de mortos, mas sairemos mais uma vez vivos. Ou seja, tudo seja ajeita e se ajeitará novamente. Não há o que faça.

É como a gasolina, por exemplo. Observo os postos há 3 semanas e não houve mais nenhum aumento considerável e a contar pelo comportamento dos postos, os que acompanho, estão baixando os preços (ainda muito altos, claro), mas a diferença chega a ser de 0,03 por semana. O posto que resolvi abastecer, estava 6,199, abasteci por 6,179 e agora está 6,159 sendo que seu preço máximo chegou na casa dos 6,399. Ou seja, se tivessemos tirado o presidente por conta da gasolina, talvez tivéssemos agido prematuramente.

Ou seja, não há o que faça, tudo se acerta, tudo ficará bem, tudo se ajeitará, sempre foi e sempre será assim. Hoje, sou um sobrevivente da covid amanhã posso ser uma das vítimas da Omicron e assim por diante, afinal, eterno só jesus, né!

Até mesmo este espaço que eu queria ter matado, hoje está revivendo. Tudo sempre se ajeitará. Sempre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desabafe!